Estepe de Uso Temporário pode ser Proibido





Projeto de Lei pode obrigar uso de estepe com mesmas dimensões dos pneus originais do carro.

O Governo Federal trouxe mais uma polêmica a público envolvendo o setor automotivo. Depois de decisões e cancelamentos sobre leis que envolviam o uso obrigatório do extintor ABC e da utilização de kits de primeiros socorros nos veículos, agora um projeto de lei estabelece que as montadoras instalem junto aos pneus originais do carro, um outro estepe idêntico em dimensões.

O projeto, de autoria do deputado Pompeo de Mattos, do PDT gaúcho, foi aprovado pela Comissão de Defesa do Consumidor na Câmara dos Deputados. A lei se aplica tanto para carros importados como nacionais. Sendo assim, em um resumo, os estepes considerados de uso temporário, com dimensões menores e mais fáceis para manuseio, terão o seu uso proibido caso a ideia vire lei.




A proposta está tramitando no Congresso, acompanhada ainda de uma emenda do deputado Fábio Mitideri do PSD-SE. Essa argumenta que o equipamento auxiliar e presente em veículos saídos da fábrica hoje em dia possuem características diferentes aquele que equipa as demais rodas. Portanto, conforme o texto, a prática acaba prejudicando a movimentação e toda a segurança do automóvel, podendo trazer riscos grandes para os passageiros e ao condutor do veículo.

Veja também:  Renovação de CNH - Como e Quando Fazer

Outro detalhe que consta no projeto, além da proibição em si, é de que as fabricantes automotivos paguem indenização ao proprietário de 10% do valor do carro em caso de o pneu sobressalente seja distinto aos do automóvel.


Agora, a proposta segue para as apreciações de comissões, participando as de Viação e Transportes; Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio; e a de Constituição e Justiça e de Cidadania.

É importante citar que não se enquadram no projeto de lei os veículos que possuem a tecnologia que supre a utilização do estepe por um compressor ou um selador que garante a vedação de possíveis furos. Esse sistema está presente em alguns modelos de marcas Premium, como a BMW, Mercedes, Volvo e Audi.

Veja também:  Ford Ranger 2020 - Preço, Mudanças e Novidades

Função do estepe

A função de um estepe é o de substituir momentaneamente o pneu, caso esse tenha sofrido algum problema durante o trajeto realizado. Sua utilização, portanto, não compromete nenhuma característica comum do carro.

Porém, diante da praticidade e economia do manuseio, as montadoras acabaram criando os chamados “pneus temporários”, que tem como objetivo dar suporte até que o veículo chegue ao borracheiro mais próximo. Esses pneus são mais finos e rodam numa velocidade limitada, normalmente sendo essa abaixo de 80 km/h.

Uma polêmica antiga, a utilização (ou não) dos pneus de emergência se dá devido aos carros serem cada vez mais compactos e econômicos em termos de combustível. Sendo assim, um equipamento reserva com essas qualidades, acaba por reduzir em 60% ou mais o peso do conjunto, quando comparado o dispositivo com as medidas padrão. Isso sem citar o melhor aproveitamento de todo o espaço do porta-malas.

Veja também:  Análise Novo Renault Sandero CVT 2020

Não bastasse tudo que foi falado, os estepes temporários não são tão visados pelos ladrões, já que o roubo de estepe é muito comum e, algumas vezes, acaba danificando o carro na ação. Assim, o motorista dificilmente precisará adquirir outro pneu temporário durante a vida útil do automóvel.

Opiniões contrárias

Todavia, nem todas as opiniões são favoráveis para o dispositivo. Há também quem afirme que o estepe com estrutura menor acaba provocando uma tendência de direção nos carros, principalmente em frenagens de emergência, ocasionado pelo perímetro de rodagem diferente. Ainda, considera-se um fator importante a perda de estabilidade nas curvas, uma vez que ocorre uma transferência maior de peso sobre uma área com escassez de borracha.

Com a presença dos freios ABS e do controle da estabilidade, os efeitos e problemas são minimizados. Porém, por enquanto, apenas o conhecido sistema antitravamento é de uso obrigatório nos carros.

Kellen Kunz



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.