CRLV pode ganhar Versão Digital

  

Medida do Contran determina que órgão de trânsito ofereça versão digital do documento do carro até 2019.

Uma medida do Contran determina que até o ano de 2019 todos os órgãos de trânsito deverão oferecer a versão digital do CRLV – Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo. Este prazo servirá para que todo o sistema seja programado e passe para os testes necessários e também para que os proprietários de veículos possam ir se adaptando à nova realidade, pois a tecnologia está cada vez mais presente na vida de todos e esta é uma ótima forma de agilizar os processos e facilitar o controle por parte dos órgãos competentes.

Todos os órgãos de trânsito deverão começar a modernização já a partir dos próximos meses, para que consigam cumprir o prazo e oferecer uma versão eletrônica do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo até 2019, inclusive a medida foi publicada nesta última quarta-feira (13), no Diário Oficial da União, ou seja, é uma decisão que não tem volta e se hoje o documento obrigatório a todos os motoristas está disponível apenas na versão em papel, muito em breve já começa a ser oferecido pelos meios digitais. A princípio, isto pode parecer que é apenas para facilitar a vida do condutor, mas na prática estará acabando com boa parte da burocracia que existe em relação à CRLV.

Veja também:  Jaguar F-Pace 2018 - Especificações, Características

O próprio ministério das Cidades informou que esta é uma medida que vai facilitar a vida dos condutores, porém, se antes eles precisavam portar o CRLV sempre que saiam de casa com seu veículo, agora terão que mostrar o documento quando solicitado por autoridades do trânsito, seja no tablet ou smartphone. Isto já vem acontecendo com a Carteira Nacional de Habilitação, que já começa a ser digital em algumas regiões do Brasil.

O processo é lento no princípio porque a questão da segurança não pode ser comprometida e é preciso um tempo para que todos os órgãos possam ir se adequando, mas segue tendo grande sucesso. Porém, conforme resolução do Conselho Nacional de Trânsito, todos os órgãos de trânsito precisam aguardar a publicação da regra que regulamenta o documento digital, para só depois providenciar as mudanças no sistema.

Veja também:  Carros Mais Vendidos no Brasil - Outubro 2017



Atualmente no Brasil todos os motoristas precisam ter em mãos a carteira de habilitação e a CRLV quando estão conduzindo o veículo, seja em uma viagem ou mesmo dentro da cidade. Se um agente de trânsito abordar o condutor e este não tiver a CRLV, irá ganhar 3 pontos na carteira de motorista e mais uma multa no valor de R$ 88,38. Na Câmara existe um projeto de lei em tramitação que visa acabar com a obrigatoriedade de ter estes documentos em mãos, só que este é um assunto polêmico, que tem gerado muita discussão e para entrar em vigor precisaria passar pelo Plenário da Casa, depois passar pelo Senado e finalmente ter a sanção do presidente Michel Temer.

Veja também:  Ford New Fiesta 2018 - Especificações, Preços

A previsão é que os órgãos de trânsito consigam adaptar todo o sistema para trabalhar com a versão digital do CRLV até o final do próximo ano e assim ele já poderia ser utilizado pela população em 2019. O projeto chamado de CRLVe deve ser implantado no máximo até 31 de dezembro de 2018, se não houver atrasos. A CNH-e, que é a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica, encontra-se em um estágio mais avançado, sendo que o processo desta começou no último mês de agosto e estará valendo a partir de janeiro do ano que vem, sendo que há uma versão de demonstração para quem quiser conferir, disponível para smartphones com o sistema operacional iOS e também Android.

Em relação às taxas que podem ser aplicadas a versão digital do CRLV, o Denatran informou que isto vai depender exclusivamente dos órgãos de trânsito, como já vem sendo feito em relação à CNH-e.

Por Russel






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.