Chevrolet Onix 2018 – Preço, Ficha Técnica e Principais Diferenças



Confira aqui as principais novidades do Chevrolet Onix 2018.

A Chevrolet está trazendo algumas mudanças para seu carro chefe, o novo Onix 2018. Um dos destaques para este novo modelo é o motor de três cilindros que já está fazendo muito sucesso com os carros concorrentes.

O Onix está no mercado brasileiro desde 2012, nesta época a Chevrolet investiu na renovação de toda a sua linha de veículos e o objetivo naquele momento era atingir o topo da lista como um dos carros mais vendidos do Brasil.



O sucesso foi alcançado junto com seu irmão de carroceria, o Prisma. Isso tudo foi possível devido aos detalhes das linhas atraentes que o novo modelo lançou. O impacto foi direcionado e só não agradou os jovens como também pessoas que desejavam um carro compacto e econômico com mais espaço interno.

Sucesso! Conforto da família e amigos

O conforto da família e amigos foi o que ocorreu com estes novos modelos lançados naquela época e com isso rapidamente se tornou um dos veículos mais vendidos do Brasil, mesmo como o HB20 da Hyundai também outro compacto com estilo e tecnologia atualizada.

Veja também:  Motor Turbo - Como Cuidar e Dicas de Manutenção


Para manter o sucesso e continuar no topo das vendas, em 2016, foi preciso se reestilizar e buscou modificar sua aparência lembrando os modelos antigos.

Novo Onix 2018: O que muda?

O novo Onix 2018, além da motorização de três cilindros, já existem alguns modelos rodando pelas ruas e uma das principais mudanças foi a parte frontal. Uma nova grade, um novo parachoque redesenhado com faróis reestilizados deixou este modelo muito mais atraente e desejado.

Algumas melhorias no interior e lanterna traseira com nova disposição das luzes. O novo Onix 2018 não deve ser muito diferente do modelo reestilizado em 2017, poderá vir equipado com o novo motor de três cilindros.

Preços e Versões

As versões que estão atualmente no mercado são 1.0 e 1.4, versões Joy, LT, LTZ e Active. Os preços variam da versão mais básica a partir de R$ 41.690 até R$ 65.290 a mais top de linha.

Versão Joy

A versão de entrada acompanha alguns itens como direção elétrica, trio elétrico, airbags e freios ABS.

Existe neste modelo monitoramento da pressão dos pneus, alarme e rodas de 14 polegadas com calotas, câmbio manual de seis marchas e banco traseiro que pode ser rebatido. O sistema de som não acompanha o novo modelo, sendo necessário o comprador adquirir um de sua preferência.

Veja também:  Kia Cerato 2020 - Ficha Técnica, Especificações

Versão LT 2018

A versão LT é depois da versão Joy, com opções de motores 1.0 e 1.4, no entanto, o preço de venda é bem mais caro em relação ao seu antecessor. A diferencça entre uma versão e outro pode chegar até R$ 5.000 a mais, tudo isso devido a alguns itens de série a mais.

Esta versão oferece espelhos laterais na cor do veículo e faróis com máscara negra, banco do motorista possui regulagem de altura e recebe sistema de som. Alguns opicionais podem ser adquiridos como adicionar o controle remoto para abertura do porta malas eu volante com comandos de som.

Versão LTZ 2018

Este modelo é a versão mais equipada e faz parceira com a versão Active com um estilo mais aventureiro. Esta versão mais equipada apenas com motorização 1.4.

A diferença entre o LT e LTZ é que este vem com o sistema MyLink de central multímidia, compatível com Android e iOS, além disso, possui sensor de estacionamento, volante revestido e faróis de neblina.

Veja também:  Novo Land Rover Defender 2020 - Lançamento no Brasil

Outro detalhe são os espelhos elétricos e detalhes cromados em seus faróis e grade dianteira. As rodas são de alumínio de 15 polegadas, as maçanetas internas são cromadas.

Os vidros tem o sistema de fechamento com “um toque” e sua abertura automática pela chave.

Nova Versão Effect

Esta versão tem um diferencial com uma linha de adereços estéticos como spoilers frontal e traseiro, além de saias laterais. O acabamento das rodas de alumínio de 15 polegadas tem detalhe de acabamento em cinza metálico.

Um destaque é para a pintura preto brilhante no teto e adesivos na coluna central e retrovisores

Consumo

O consumo médio é de 12,9 km/l na cidade e 15,3 km/l na estrada com gasolina e 9,1km/l na cidade e 10,8 km/l com alcool. A autonomia é de rodar até 826 quilômetros com um tanque de combustível na versão 1.0, na versão 1.4 chega a 805 quilômetros.

Marcio Ferraz

Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.