Renault Kwid – Resultado do Teste de Colisão da Latin Ncap

  

Testes feitos no Renault Kwid afirmam que ele é muito seguro em colisões.

Para quem gosta de andar em um carro seguro e que resista a colisões, o Renault Kwid é muito indicado. Ele passou pelo teste de colisão feito pela empresa Latin Ncap e ganhou 3 estrelas. Ele teve a nota mais alta que o Ford Ka e o Chevrolet Onix, pois esses dois modelos foram reprovados em proteção para adultos.

Versão brasileira teve estrutura reforçada pela montadora

O Renault Kwid não teve a nota tão alta em suas versões anteriores e por isso a montadora resolveu reforçar toda a estrutura do carro. E por essa mudança ele conseguiu passar nos seus testes de proteção para adulto e proteção para crianças e conseguiu ganhar 3 estrelas nos dois. Essa é uma boa notícia para quem está querendo comprar um carro novo e está priorizando o quesito segurança. Esse teste foi feito no modelo Kwid fabricado no Brasil, ele tem 4 portas e 4 airbags. Eles são de série no hatch.

Veja também:  Recall do Hyundai HB20 e HB20S 2017

Veja como o Kwid comporta-se em colisões

A empresa Latin Ncap mostrou que esse modelo de carro mostrou uma proteção frontal correta e proteção marginal contra os impactos laterais. Além disso, mostrou uma proteção fraca no peito de uma pessoa adulta, mas mesmo assim ele conseguir alcançar 3 estrelas em relação a proteção desse ocupante.

Comparação de teste de impacto lateral avaliando o Onix, Ka e Kwid

O teste de impacto lateral feitos no Onix e Ka não foram positivos. Já a o teste que avaliou a estrutura da carroceria do Kwid evitou atravessar de forma intensa a barreira de impacto lateral. E junto com o airbag do tórax lateral, ela conseguiu amenizar as lesões dos bonecos adultos.

Teste realizado para avaliar os ocupantes “crianças”

Os testes para avaliar os ocupantes “crianças” mostraram uma proteção apropriada e muito boa nos testes de impacto frontal e lateral, pois os sistemas de retenção que é no caso da cadeirinha, foram colocados usando ancoragens do tipo Top Tether e Isofix.

Veja também:  Honda City 2018 - Versões, Características

Veja as razões pela qual o Kwid não conseguiu a nota máxima

O Kwid não conseguiu alcançar a nota máxima por não possuir o cinto de três pontos em todas as posições e também não tem o interruptor para desativar o airbag frontal do passageiro. Também foi visto a necessidade de instalar um sistema de retenção infantil nesse assento e que ele seja revertido para trás, que é no caso da adaptação do bebê conforto nesse local.

Veja como é o teste do Latin Ncap




Na avaliação de colisões laterais, o carro recebe um impacto de lado feito por intermédio de uma barreira deformável formada em um carro padronizado de 850 kg que se conduz a 50 km/h. até o ano de 2015, esse teste não era obrigatório e só era feito se a montadora pedisse. Hoje em dia ele inclui bonecos “crianças” e seus respectivos suportes.

Eles também avaliam o controle eletrônico de estabilidade e também o teste poste. Eles se tornaram requisitos para uma avaliação máxima. Com a nova regra, receber 4 estrelas afirma que o carro teve um bom desempenho no teste de impacto frontal e lateral e que passou no teste ESC.

Veja também:  Carros Menos Visados para Roubo

Empresa Latin Ncap é rígida em seus testes

A Latin Ncap é uma ótima empresa para avaliação de segurança veicular, pois ela é muito rígida em suas avaliações, tornando assim os resultados mais precisos e mostrando quais as marcas são mais seguras. A avaliação dessa empresa é feita com o carro a 64 km/h enquanto na Europa a velocidade para teste é de 56 km/h. Em pesquisas feitas, foram comprovados que apenas 40% do carro colide com a barreira nesses dois testes. A pesquisa mostra que nos EUA a colisão é de 100% a 48 km/h.

Analisando todos os pontos do teste de colisão do Renault Kwid, podemos ter certeza que é uma ótima opção de carro no quesito segurança!

Cristiane Amaral






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.