Pane no Carro – O Que Fazer

  

Saiba aqui o que fazer caso aconteça uma pane no seu carro.

Ao comprar um carro, pensamos em diversos fatores, como comodidade, mobilidade, rapidez, segurança, etc. Ninguém imagina que irá passar por algum tipo de problema, pois acredita estar seguro dentro do seu veículo. Contudo, existem situações que fogem ao controle e quando menos se espera pode surgiu uma grande dor de cabeça, ocasionada pela falha em um dos sistemas do automóvel.

Quando este tipo de problema acontece, a pessoa se vê diante de um grande dilema, tomar algumas decisões pode ser primordiais para manter o bem estar físico e emocional do condutor e, caso esteja acompanhado, dos demais passageiros.

3 ATITUDES DIANTE DA QUEBRA DO CARRO

É normal encontrarmos nas vias motoristas de todas as classes sociais passando por algum problema com seu veículo. Anormal são os procedimentos tomados pela maioria, que deixa de observar regras simples para manter a segurando deles e dos demais veículos que trafegam no mesmo caminho.

1. DEIXE O CARRO NO LUGAR MAIS SEGURO

O mais comum, quando se observa problemas como este, é ver que os condutores não tiveram a menor preocupação com a segurança dos demais motoristas. A maioria deixa o carro em qualquer lugar, muitas vezes parado na pista. Contudo, o melhor lugar para deixar o carro é no acostamento. Aliás, além de ser a calçada do pedestre, é o local destinado, justamente, para este tipo de problema.

Veja também:  Volkswagen Delivery Express - Caminhão pode Ser Dirigido com CNH B

É aqui que normalmente surge a pergunta: Se o carro parar no meio da rua, como posso levá-lo para o canto se não está funcionando? A resposta é simples: “Solicite ajuda para realizar a manobra!”.

2. NÃO ESQUEÇA A SINALIZAÇÃO

Esta é ainda mais comum do que a anterior. Na grande maioria dos casos, os condutores que precisam parar por causa de algum problema no veículo, não fazem a sinalização corretamente. Eles se esquecem que existe uma regulamentação constando no Código de Trânsito Brasileiro, onde é descrito que a responsabilidade por sinalizar em casos de problemas com o carro é do condutor do automóvel.

Vale lembrar que ao deixar de sinalizar o motorista está cometendo uma infração grave, sujeita a perda de sete pontos na carteira e ao pagamento de multa. A falta de sinalização também pode causar outros acidentes, prejudicando ainda mais a situação do infrator.

Veja também:  Toyota Yaris 2018 - Venda no Brasil

Para fazer a sinalização, o dono do veículo ou um dos passageiros deve pegar o triangulo, que é item obrigado, segundo o código de trânsito, e colocá-lo a aproximadamente 110 passos de distância do automóvel. Está distância pode ser aumentada em caso de sinistro dentro de uma curva ou se as condições do tempo não permitirem uma boa visibilidade para os demais motoristas.




Outra medida importante a ser tomada, em relação à sinalização, é colocar objetos como galhos ou outros materiais entre o carro e o triângulo, para chamar ainda mais a atenção dos motoristas e permitir manobras que evitem novos acidentes.

Detalhe, o dono do veículo também é responsável pela retirada dos objetos utilizados para fazer a sinalização. Após resolver o problema, deve retirar o triangulo, os galhos e/ou outros materiais que tenha colocado na pista. O não cumprimento desta etapa também acarretará ao proprietário sanções legais (infração grave, perda de sete pontos na carteira e pagamento de multa.

3. PEÇA AJUDA PROFISSIONAL

O povo brasileiro é de uma cordialidade fora do normal, além de ser perito em quase tudo. Em momentos como este sempre aparece alguém dizendo saber resolver o problema alheio. Entretanto, para não piorar a situação, a melhor alternativa é agradecer a disponibilidade e solicitar os serviços de um profissional gabaritado.

Veja também:  Novo Honda Accord 2018 no Brasil

Em caso de possuir seguro do carro ou garantia da fábrica, ligue e solicite o envio de um mecânico ou reboque. Normalmente, eles já possuem, inclusive, carro reserva para ser utilizado pelo cliente enquanto o carro está no conserto.

Porém, não tendo seguro ou para carros mais antigos, a melhor coisa a ser feita é solicitar os serviços de um Mecânico particular de sua confiança e o serviço de reboque, caso seja necessário remover o veículo.

Sempre opte pelos serviços de um profissional, até porque, o código de trânsito brasileiro determina que não deve ser utilizado um veículo comum para realizar o reboque de outro automóvel. Este tipo de atividade é caracterizado como infração média e incide na parda de quatro pontos, além de multa.

A melhor coisa a ser feita em uma situação em que o seu carro quebra no meio do caminho é procurar manter a calma, respirar bem fundo e tomar as atitudes relacionadas acima. Além de ser o mais acertado, evitará muitas dores de cabeça no futuro.

JUANITO TEIXEIRA CARVALHO






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.