Fim do Fiat Palio, VW Golf 1.6 e Renault Fluence?





Queda nas vendas pode tirar de linha Fiat Palio, VW Golf 1.6 e Renault Fluence.

O tempo passa e alguns modelos de carros que em certa época eram os mais vendidos ou top de linha perdem espaço para novos modelos.

Mas por qual motivo alguns veículos saem de linha?




Será que são as vendas? Pode ser problemas de importação de novos modelos e até mesmo a reposição de peças? Atualização?

Na verdade existem algumas razões possíveis. Neste artigo investigamos quais veículos e os principais motivos que podem levar alguns modelos a sair de linha no próximo ano de 2018.


Ficou interessado no assunto? Quer saber se seu veículo está na lista dos fora de linha? Continue lendo este artigo e descubra se está ou não.

Razões possíveis

Uma das possíveis razões para que um veículo possa sair de linha é a queda nas vendas. Problemas na importação e a queima de estoque para uma possível atualização pode ser um dos motivos.

Na verdade, o que faz este indício de saída de linha ficar mais forte são as quedas dos números de emplacamento dos modelos tradicionais. Por muitas vezes, estes números seguem caindo durante meses consecutivos.

Veja também:  Novo Hyundai HB20 2020 - Novidades e Previsão de Lançamento

Neste artigo fizemos uma pesquisa e identificamos que quatro veículos estão com seus números bem discretos e tem registrado vendas menores. Buscamos entender se realmente estão saindo de linha ou estão passando por algum processo de atualização.

Modelos desaparecendo

Em nossas pesquisas identificamos que alguns modelos de veículos estão desaparecendo das concessionárias. E por conta disso, investigamos se estão saindo de linha ou não.

A seguir vamos listar os principais modelos que estão com suas vendas mais tímidas e estão começando a sair dos estoques das lojas.

Palio

Será? Um modelo que foi líder de vendas da Fiat por muitos anos está com seus dias contados?

Com a chegada do novo hatch da Fiat, o Argo, no final de maio, segundo alguns especialistas, foi decretada a morte do Palio. A história do Palio começou em 1996 para ser um possível sucessor do Uno, o que não aconteceu.

No entanto, teve mais de 3 milhões de unidades vendidas durante estes 21 anos. E aos poucos, vai se despedindo de seus usuários, saindo discretamente do mercado.

Veja também:  Sistema Start/Stop economiza Combustível? Verdade ou Mentira?

Algumas concessionárias consultadas da Fiat em cidades do estado de São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro, Curitiba e Manaus, foi identificado que em sua maioria das lojas, não estão recebendo novas unidades do hatch por pelo menos uns 3 meses.

Uma observação é que em algumas concessionárias, não há estoque do modelo.

A Fiat não se manifestou sobre o assunto, mas segundo algumas pesquisas, o Palio deve retornar apenas em versão única 1.0 e os modelos com motorização 1.4 e 1.6 sairão de linha.

Golf

Outro modelo que está desaparecendo das concessionárias, em alguns casos já não existe nenhuma unidade disponível. O modelo Golf 1.6 teve vida curta, onde foi lançado em janeiro de 2016, como opção de entrada da fabricante.

Em menos de 2 anos, já está de malas prontas para se despedir do mercado. No site da Volkswagem não está sendo mais listado. Segundo a VW, o modelo ainda está à venda.

Veja também:  Honda Pilot - Novo SUV tem Registro no INPI

A culpa para poucas vendas é o próprio Golf, com a versão 1.0 Turbo. O modelo com o motor mais potente de 125 cv contra 120 cavalos do modelo 1.6, sendo vendido com preço inferior ao tradicional.

Outra razão é o Polo, modelo hatch um pouco menor, porém, com características semelhantes, sendo que seu top de linha se aproxima do Golf 1.6 e seus itens de série vão além do que o Golf apresenta, sendo que a dirigibilidade do Polo é semelhante ao Golf.

Fluence

Este modelo não saiu ou tem previsão de sair de linha, no entanto, está sendo comercializado apenas para vendas diretas. O veículo é encontrado nas concessionárias da Renault, porém, existe um departamento exclusivo para suas vendas.

Em algumas unidades da concessionária havia a disponibilidade de duas versões a 2.0 CVT e com opcional Techno Pack e os preços de venda estão bem abaixo do anunciado no site.

Um exemplo é a variação dos preços de venda de R$ 72.190 e 72.900 nas concessionárias, contra os R$ 99.350 e R$ 108.300 mostrados no site.

Marcio Ferraz



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.