Novo Honda Accord 2018 no Brasil

  

Modelo deve chega ao país no 2º semestre de 2018.

A Honda anunciou uma importante notícia para o Brasil. Conforme a marca no Brasil, a décima geração do modelo Accord chegará ao país no segundo semestre do ano de 2018. Importado dos Estados Unidos, como já vem sendo feito atualmente, a montadora divulgou no início do mês de outubro, dia 2, alguns detalhes técnicos do sedã médio-grande, que chega ao mercado totalmente novo, desde a mecânica e a plataforma até a arquitetura eletrônica.

Aberta em 1982, a unidade localizada em Marysville, em Ohio, é a grande responsável por toda a produção do carro. Um dos grandes destaques do modelo é que, pela primeira vez, o Accord será disponibilizado somente na opção com motores turbo a gasolina, bem como com câmbio automático com dez marchas, tornando-se algo inédito nos sedãs com tração dianteira.

Tido como um dos carros de passeio mais vendidos em toda a história do mercado norte-americano, o veículo já teve mais de 13 milhões de unidades emplacadas em todos os 42 anos de história. Porém, o que se espera dessa nova geração é um carro ainda mais completo em relação àqueles apresentados até agora.

Veja também:  CNH Digital - Aplicativo oferece Versão de Demonstração

Em relação às medidas do Accord

Começando pelas medidas do Accord, a décima geração do modelo está ainda mais encorpada do que a atual. Com uma carroceria que é cerca de um centímetro mais curta no seu comprimento, medindo 4,8 metros, a altura também foi rebaixada em 1,5 centímetros, o que resultou em um total de 1,45 metro.

Já em relação à largura, essa cresceu um centímetro, totalizando 1,86 metro. Apesar de serem mudanças simbólicas, a maior mudança na forma é sentida no entre-eixos, que aumentou em 5,5 centímetros, chegando assim a 2,82 metros. Ainda, as bitolas também estão com dimensões maiores e mais largas, trazendo 2 centímetros a mais na traseira e 0,5 centímetros a mais na dianteira.

O volante foi rebaixado pela Honda em 2,54 centímetros na sua posição, realçando ainda mais a esportividade do sedã. Com isso, até mesmo os bancos traseiros foram reposicionados para baixo em 2 centímetros.

Essas mudanças importantes acabaram contribuindo na formação de um visual com aspecto muito mais musculoso e ainda mais esportivo. Lembrando muito o modelo Honda Civic em sua décima geração, principalmente em sua dianteira. O novo Accord possui uma grade grossa que acaba unindo os faróis e a traseira, que traz um caimento no teto e que prolonga até a tampa.

Veja também:  Carros Mais Vendidos no Brasil - Outubro 2017



As alterações, no geral, melhoraram em aproximadamente 3% toda a aerodinâmica do sedã, fazendo com que, graças à nova plataforma, o peso total tivesse uma redução razoável, podendo a diferença ser de 50 a 80 quilos, dependendo da versão escolhida.

Um pouco sobre a mecânica do Novo Accord

Pela primeira vez o Accord utilizará motores turbinados. Com uma gama promissora, o modelo traz o motor 1.5 de 16 V turbo, com potência de 194 cavalos e torque de 26,5 kgfm, já utilizado pelo Civic. Nas versões de topo, a instalação feita foi do motor 2.0 turbo do Civic Type R, com potência de 255 cavalos e um poderoso torque de 37,7 kgfm. Esse utiliza um câmbio automático de dez marchas, enquanto em contrapartida, no motor 1.5 há a possibilidade de acoplar uma caixa manual de seis marchas ou uma transmissão do tipo CVT.

Tecnologias inéditas e muito mais

O novo Accord terá algumas tecnologias inéditas e que acompanham a evolução de seus concorrentes diretos. Em relação a essas, pode-se citar o Head-Up, um display que apresenta gráficos modernos, bem como os recursos de segurança semi-autônomos e ativos (frenagem automática, controle de cruzeiro, reconhecimento de placas de sinalização, entre outros) e o carregamento sem a necessidade de fio para os smartphones (utiliza a indução magnética).

Veja também:  Promoção do Renault Oroch - Desconto de até R$ 13 Mil

Outra novidade é um quadro de instrumentos que foi projetado em tela LCD e com uma resolução alta, permitindo assim as configurações em layout. Ainda, a ausência de alavanca de câmbio pode ser sentida como uma das mudanças mais radicais do carro, sendo as marchas engatadas por teclas, propondo assim um câmbio automatizado.

Por fim, quanto à conectividade, o veículo traz uma tela multimídia de 8 polegadas no alto do painel, sensível ao toque e que promete as operações com simplicidade. As plataformas são o Google Android Auto e o Apple Carplay. Há ainda conexão por Bluetooth, oito auto-falantes (partindo da versão Sport) e duas portas USB.

Para os EUA, a notícia é de que o Accord será vendido em seis configurações a gasolina. São elas: Touring, Navi, EXL, EX, Sport e, por fim, LX.

Kellen Kunz






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.