Fim do JAC J2, J3, J5 e J6 no Brasil

  

Montadora anuncia que modelos irão sair de linha para a entrada de crossovers.

A marca chinesa resolveu tirar de circulação, ao menos de suas linhas de produção no Brasil, todos os seus veículos que não sejam SUV. A montadora afirmou que até o final de 2018 quer estar trabalhando somente com crossovers no mercado brasileiro, sendo que serão recolhidos das lojas os hatchbacks J2 e J3, além dos sedãs J3 Turim e o J5, assim como a minivan J6, os quais estão se despedindo dos brasileiros gradativamente.

A substituição dos modelos terá seu início no ano de 2018. O modelo subcompacto J2 estará sendo substituído pelo T20, que é a sua versão mais aventureira e arrojada, que já é vendida no mercado chinês sob o nome de S2 Mini, o qual irá tentar aproveitar a “onda” brasileira de boa aceitação dos SUVs de “entrada”, a qual foi iniciada pelo Renault Kwid. Exatamente na mesma época os brasileiros estarão dando adeus ao “dueto” J3 e J3 Turim, que foram os modelos que a JAC Motors deu início às suas operações no Brasil. Depois será a vez da minivan J6, que sairá de linha pouco tempo após. Nesse contexto, os únicos modelos que terão uma “sobrevida” no mercado nacional serão o J5 e o J6, os quais terão sua importação restrita, devendo permanecer ainda até por volta do final de 2018.

Veja também:  Peugeot 5008 - Ficha Técnica, Características

A crise da Jac Motors deverá chegar nos modelos crossover

Outros modelos que não deverão ter um horizonte tão vasto pela frente são o crossover T6 e a van T8. Sobre o T6, o presidente da Jac Motors no Brasil, Sergio Habib, indica a futura substituição pelo T60, deixando claro que deveremos ter essa geração de veículos por aqui também. Porém, até que isso aconteça de fato, é possível que a vinda do T60 fique “congelada” por um tempo, ou talvez então, venha em poucas importações. Já sobre a van T8, ela tem se “arrastado” em um ritmo muito lento de vendas efetuadas, sendo que foram emplacadas “22 unidades somente, de janeiro até aqui”, então esta deverá deixar o país mais breve.

Veja também:  Preços do Ford EcoSport 2018

A Jac Motors quer somente SUVs no Brasil

A estratégia clara da Jac Motors no Brasil é investir apenas em crossovers a partir do ano de 2018, o ano marco para a saída dos demais modelos. Modelo acima do T20 estará figurando o T40, o qual passará a receber uma variante de modelo com câmbio CVT, já no início do ano que vem. O T5 será rebatizado para T50, ao mesmo tempo em que passará por um facelift necessário, segundo entendidos da área.




A Jac está prometendo, de forma bastante ousada, é claro, um SUV de porte similar ao Hyundai Santa Fé, que deverá ser chamado por T70, o qual chegou a chamar a atenção de muita gente boa no Salão de Xangai, muito pelo grande porte, bem como o capricho no acabamento. O único modelo que terá uma carroceria de forma diferenciada é a futura picape média, a qual também já está bem confirmada e com lançamento praticamente garantido para o mês de março de 2018, porém, sem nome definido ainda, ao menos não anunciado.

Veja também:  Hyundai HB20 5 Anos - Novidades da Edição Especial

Mudanças necessárias acompanhando as tendências

Não é segredo para ninguém que entenda um pouco do mercado de automóveis no Brasil, que a Jac Motors está “definhando” com alguns modelos que de fato não “emplacaram” no mercado nacional. Nem o preço extremamente convidativo, tampouco os itens de série, fizeram o cenário mudar.

A mudança prevista está sendo projetada no momento certo e a retirada dos modelos anteriores é uma estratégia perfeitamente compreendida. Será um novo passo que a chinesa dará no Brasil, apostando mais uma vez em um mercado bastante pujante, mas não menos exigente.

Por Silvano Andriotti






2 comentários em “Fim do JAC J2, J3, J5 e J6 no Brasil

  1. JOSILDO Roque Xavier

    - Editar

    Responder

    Eu até estava pensando em comprar um J-6. Agora vou tirar essa ideia da cabeça. Ja tive problema com uma moto chinesa (miza). Sumiram do mapa deixando todos tendo que se virar no quebra galho.
    Lamentável.

  2. Para mim isso é um golpe como pode tirar uns carro de linha tao rapido…imagina que investiu nos modelos descrito acima o quanto vao perde…

Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.