Rodas de Liga Leve – Mitos e Verdades





Confira aqui os mitos e verdades com relação às Rodas de Liga Leve.

Depois do já comum rádio, as rodas de liga leve são objeto de desejo unânime entre os condutores. A existência de motoristas que trocam até 3 vezes ao ano suas rodas, a fim de estarem sempre atualizados, não é tão rara quanto muitos imaginam.

Do outro lado dessa esfera, temos as tradicionais rodas de aço com calota. O pensamento mais comum é que a diferença entre esses modelos e os de liga leve são a resistência, entretanto, isso não passa de um mito. As diferenças principais entre um e outro estão no preço, na estética e no peso.

Veja também:  Novo Kia Cerato 2020 - Lançamento e Novidades



Na verdade, a resistências das rodas é bem parelha. Quando um automóvel leva rodas de liga leve, não é uma escolha apenas estética, mas sim testada de diversas formas para garantir o bom desempenho dos carros nos tipos mais variados de estrada. Sendo assim, seja de aço ou de liga leve, todas as rodas recebem os mesmo testes, apresentando assim o mesmo nível de resistência.

Outro ponto que podemos citar é a ilusão que alguns condutores tem de que quando trocarem suas rodas de aço por rodas de liga leve, é que o veículo vai tanto acelerar quanto parar muito mais depressa. Explicamos: os modelos mais populares de automóveis não são montados pensando em ligas nobres que possam apresentar esse resultado. Essas tais ligas são geralmente encontradas em carros de luxo, até porque são caríssimas.

Veja também:  Novo Audi SQ7 2020 - Novidades

Mesmo não fazendo seu carro melhorar tanto o desempenho, as rodas de liga leve não ficam apoiadas na suspensão, ou seja, a suspensão trabalha menos quando optamos pelas rodas de liga leve. Esse fator, dentro de um período um pouco mais de tempo, fará diferença no seu automóvel. A longo prazo, o freio também será beneficiado com essa opção.

As rodas de liga são cerca de 15% mais leves que as de aço – podendo chegar e 50%, além de serem bem mais bonitas, graças ao processo de fundição adotado, diferentemente do uso da chapa prensado utilizado pelas rodas de aço. As rodas de aço, por sua vez, são geralmente metade do preço das de liga.

Veja também:  Análise Novo Renault Sandero CVT 2020

Carolina B.



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.