Nissan Kicks 2018 – Nova Versão S 1.6 com Câmbio Manual

  

Nissan Kicks ganha versão de entrada por R$ 70.500 e passa a ser fabricado no Brasil.

A partir de agora o Nissan Kicks passa a ser produzido aqui no Brasil na planta da cidade de Resende, no Rio de Janeiro, ao invés de ser importado diretamente do México, o que ocorria desde quando foi lançado no mercado brasileiro, no mês de agosto do ano passado, na abertura do jogos olímpicos. Além dessa novidade, depois de um ano de seu lançamento, o Nissan Kicks agora passa a contar com mais um versão, assim não ficando restrito somente às versões SL (que representa a topo de linha) e SV (que é a intermediária), as duas fazendo uso de um câmbio CVT. A marca lançou a pouco uma versão de entrada, que é a S 1.6 com câmbio manual e tem um preço sugerido que chega a R$ 70,5 mil.

Veja também:  Fiat Argo Drive 1.3 2018 - Análise, Preço e Novidades

Por este preço, o SUV Nissan Kicks compacto passa a contar com os seguintes equipamentos de série: ar-condicionado, rodas de aço estampado com calotas no tamanho de 16 polegadas, direção elétrica, vidros e travas elétricas em todas as portas e sistema de som, que conta com comandos integrados no volante, trazendo assim mais conforto para o motorista conduzir a reprodução do áudio em seu veículo. De forma opcional, pagando R$ 1,2 mil a mais sobre o valor inicial, o modelo pode receber controle de estabilidade e controle de tração, além de um assistente de partida em rampa, recurso esse que nas versões mais caras já é um equipamento de série.

Veja também:  Renault Sandero - Ficha Técnica das Versões, Preços

Essa mesma versão de entrada ainda pode ser equipada com transmissão CVT (transmissão continuamente variada), além dos já citados controles de estabilidade e controle de tração, com assistente de partida em rampa e as rodas de 16 polegadas em liga leve pelo valor de R$ 79,2 mil.

O Nissan Kicks produzido aqui no Brasil, assim como os que eram importados do México, até o momento são equipados com motor flex de 1600 cilindradas, que tem a capacidade de gerar uma potência de até 114 cavalos a 5.600 giros e um torque máximo de 15,5kgfm a 4 mil rotações.




FILIPE R SILVA






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.