Lista dos Piores Carros para Consertar no Brasil 2016

  

Confira aqui uma lista com os carros mais caros para se consertar no Brasil.

Recentemente o CESVI Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária do Brasil) divulgou uma relação em forma de lista na qual constam os carros vendidos no Brasil que apresentam um valor mais alto de reparabilidade, considerando o ano de 2016.

Dentre os carros que figuram na lista da CESVI podemos extrair os que apresentam maior dificuldade para o conserto (por exemplo, em caso que ocorra um acidente).

Classificação por Índice

O órgão utilizou um índice para a mensuração, sendo que foram considerados preços de peças, além de possível facilidade para a reparação dos veículos.

Veja também:  Projeto de Lei pode liberar Som Alto em Carros

Observando os índices será possível verificar que quanto mais alto ele for, maior será o custo com conserto.

Os 10 veículos com preço de conserto mais elevado

A lista iniciará apresentando os de menor índice, aumentando até o maior custo, ou seja, em ordem crescente:

  1. Fiat Uno, um dos populares da linha Fiat, 40 pontos

  2. Peugeot 408, empatado com o Fiat Uno, entre os de “conserto menos caro”, 40 pontos

  3. Ford Ecosport, da linha mais robusta, mesmo assim é um dos menores custos da lista, 40 pontos

  4. Fiat Grand Siena, figura aumentando o custo de reparação, 43 pontos




  5. Fiat Bravo, mais um da linha Fiat, 44 pontos

  6. Fiat Palio Fire, outro popular Fiat, porém com custo de conserto alto, 44 pontos

  7. Fiat Linea, um sedã mais luxuoso, ainda da Fiat, 46 pontos

  8. Peugeot 308, o segundo da Peugeot a figurar em nossa lista, 48 pontos

  9. Fiat Palio, o modelo mais novo do Palio, 49 pontos

  10. Citroën C4 Lounge, o mais luxuoso da lista é também o de custo de reparo mais elevado. Ficando na pior posição em termos de conserto o Citroën C4 Lounge alcançou os 52 pontos.

Portanto, podemos concluir a lista dos 10 com maiores índices de valor de reparo, com a Fiat apresentando 6 modelos, Peugeot 2 modelos, a Citroën com 1 (o campeão) e a Ford com 1 também.

Ao se adquirir um veículo existem, muitos fatores devem ser levados em consideração, como por exemplo: consumo, espaço, conforto, dirigibilidade e custo de reparo. Porém, não é aconselhado analisar um tópico apenas e sim o conjunto que forma o custo x benefício.

Por Silvano Andriotti






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.