Carros perdem o marcador de temperatura

  

Saiba por que os novos modelos de carros estão perdendo os marcadores de temperatura.

Eis que surge uma dúvida acerca do marcador de temperatura de água: por que os modelos mais recentes não o possuem? Para cortar gastos? Se não, então qual é o motivo?

Atualmente, é muito raro ver um automóvel cuja manutenção esteja nos conformes, ter um motor super aquecido. Faz pelo menos duas décadas que os fabricantes de carros solucionaram essa questão de temperatura, usando-se do sistema de arrefecimento ou adicionando aditivo ao fluido que faz circulação entre o bloco do motor e pelo radiador. Sob a ótica das montadoras, essas soluções foram tão eficientes e eficazes, que não existe mais a necessidade de utilizar-se dos marcadores de temperatura.

Veja também:  Ford Ranger 2018 - Novas Versões a Diesel e Preço

Esses termômetros analógicos estão quase extintos, hoje em dia, no máximo, o que pode-se encontrar é um digital em alguma parte do computador de bordo. A tendência é que tanto um quanto o outro por uma luz espia, que por sua vez, simboliza um custo muito menor do que qualquer termômetro gradual.

Contudo, ainda há um termômetro responsável pela medição da temperatura do líquido do arrefecimento. Esse sinalizador pode ser mais significativo que um ponteiro indicativo chegando na faixa vermelha, em outras palavras, quando a luz se acender, será porque o motor está muito quente. Na prática, talvez esse aviso não seja muito eficaz, já que, no Ford Ka, por exemplo, a luz espia acendeu de forma retardada, no teste de longa duração. Isto é, quando a luz acendeu, não tinha mais nada a se fazer, pois já saia vapor d’água através do vão do capô.

Veja também:  Chevrolet Spin - Ficha Técnica, Preços das Versões



É importante ressaltar que os termômetros analógicos também não demonstram a temperatura real: o ponteiro só se move para sinalizar algo, no caso de ocorrer alguma anomalia no sistema de arrefecimento. Mesmo que a temperatura esteja em 80º ou 95º, o ponteiro se manterá em 90º, e para evitar que motoristas procurem as montadoras sem um real motivo.

Por fim, concluímos que ao medidor de temperatura restará uma opção nos veículos que possuírem computador de bordo e, afinal, tudo bem, os avanços são sempre bem-vindos já que ninguém deseja voltar a andar de charrete, não é assim?

Por Carolina B.

Marcador de temperatura






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.