Marcador de Temperatura no Carro – Por Que Está Sumindo?



Entenda aqui por que o marcador de temperatura está desaparecendo do painel de instrumentos dos carros.

Os carros da atualidade nunca fervem o motor, ou quando isso ocorre é realmente uma raridade. Diferentemente dos carros mais antigos, que tinham esse problema quase de forma frequente, os carros de 20 anos para cá já são fabricados com um sistema que faz o controle da temperatura.

As fabricantes equipam os veículos com um sistema de arrefecimento que se dá por meio de um aditivo que é o etilenoglicol, que é adicionado ao fluído que fica circulando pelo bloco do motor e radiador.



Segundo os engenheiros que atuam nas fabricantes de veículos, esse sistema é tão eficiente que até mesmos os marcadores de temperatura poderiam muito bem ser dispensados, pois não existe mais a necessidade de sua existência. Possuir um termômetro analógico é atualmente uma raridade.

Veja também:  Novo Fiat Strada 2021 - Diferenças e Novidades

Contudo, para não dizer que não existe nem um apontador nesse sentido, alguns modelos trazem em seu computador de bordo um indicador digital, que não demora muito já será substituído por uma luz espia, que se mostra como uma alternativa que sai mais em conta que o já desenvolvido termômetro que possui escala gradual.



Dentre todas essas alternativas, ainda existe um marcador que mede a temperatura do fluído de arrefecimento.

Na realidade este marcador ganha mais destaque que outros marcadores, pelo fato de que a luz só vai ser acionada quando existir realmente um problema de aquecimento no interior do motor.

Pelo menos era para funcionar assim, contudo, em um teste realizado no modelo Ford Ka no Longa Duração, a luz espia acendeu, porém, muito tarde quando nada mais podia ser feito pelo motor, que literalmente ferveu.

Veja também:  Aluguel de Carro para Uber - Como Funciona, Valores, Como Alugar

Neste caso foi concluído que o termômetro fez falta, já que o KA não possuía um.

Por outro lado, também a presença de termômetros pode não dar nenhuma garantia. Na maioria dos casos os termômetros sejam eles digitais ou analógicos nem sempre apontam a real temperatura existente no motor. Eles são desenvolvidos para apontarem anomalias no sistema de arrefecimento, para chamar a atenção do condutor sobre o problema, sem lhe causar desespero diante de indicações de temperaturas elevadas.

De qualquer forma, os marcadores de temperatura estão de fato com os dias contados, sendo substituídos por equipamentos mais modernos, compatíveis com os veículos de hoje.

Resta a todos confiar na tecnologia.

Veja também:  Peugeot Landtrek no Brasil - Novidades e Fotos da Nova Picape

Sirlene Montes

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.