Aumento no Preço do Chevrolet Cruze

  

Preço do Modelo teve um aumento de R$ 1.800 e agora seu valor parte de R$ 91 mil.

A Chevrolet acaba de anunciar que vai aumentar o preço do seu novo Cruze a partir deste mês de fevereiro. Indo a contragosto dos seus compradores, o veículo terá um reajuste de 89.990 reais para 91.790, um aumento de 1.800 reais. É o primeiro reajuste do modelo, que foi lançado no meio do ano de 2016 e atualmente fica atrás apenas do Corolla e Civic. Cruze é o terceiro sedã médio mais vendido no Brasil.

Todas as suas versões são de alto luxo e acompanha o motor Ecotec 1.4 turbo de 153 cv e 24,5 kgfm de torque, juntamente com um câmbio automático de seis marchas. O novo modelo possui três opções e o maior aumento, de 2.100 reais, vai aparecer justamente nas versões mais caras que são a LTZ e LTZ2.

Veja também:  Land Rover Discovery HSE 2018 - Análise

Desde a sua primeira versão de 2016, o Cruze vem equipado com tecnologia e luxo. São faróis de neblina, LEDs diurnos, sensor de ré para estacionamento, 4 airbags, controles de estabilidade e tração, ar-condicionado automático, start and stop, central multimídia MyLink com tela de 7 polegadas, volante multifuncional, monitoramento da pressão dos pneus, câmera de ré, rodas aro 17 polegadas, entre outros itens de qualidade.

Veja o que mudou:

Antes o Cruze LT 1.4 turbo estava 89.990 reais, agora está custando 91.790 reais. O Chevrolet Cruze LTZ 1 1.4 Turbo antes custava 99.890 reais, hoje se encontra no preço de 101.990 reais. Por último, o Chevrolet Cruze LTZ 2 1.4 Turbo estava 109.790 reais, agora está no preço de 111.890 reais.

Veja também:  Fiat Argo Drive 1.3 2018 - Análise, Preço e Novidades



Para ver se vale a pena a compra, existem alguns comparativos do Cruze e seus concorrentes. Em comparação com o Civic EX o Cruze ganha em alguns itens. O Civic não tem sensor de ré e o sistema de som é bem simples com tela de 5 polegadas. Em compensação o Civic traz airbags do tipo cortina, faróis com LED para o dia e acendimento automático, freio de estacionamento elétrico com assistente de partida em rampa, retrovisores rebatíveis eletricamente e borboletas no volante.

Na pista de testes o resultado foi bem para o Cruze. Ele acelera de 0 a 100 km/h em 8,5 segundos, enquanto o Civic fez em apenas 9,9 segundos. Parece pouco, mas a diferença quando se trata de 0 a 100 km/h, 1 segundo a mais ou a menos já é uma diferença bem considerável.

Veja também:  Ford Ka e Ka+ 2018 - Novas Versões e Preços

Por Carolina Costa






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.