Cobrança de Anuidade da CNH é Boato





Denatran desmente boato sobre a cobrança de anuidade para a Carteira de Motorista.

A Internet é uma excelente ferramenta, pois em um simples clique se pode obter informações sobre praticamente tudo. A vida das pessoas se tornou mais fácil após o seu surgimento e a sua popularização. Porém, na rede há de tudo um pouco, tanto informações boas e corretas, como conceitos mentirosos.

Essa semana os motoristas do Brasil foram surpreendidos com uma notícia falsa. Circulava pela internet, pelas redes sociais e aplicativos de celular, um texto que afirmava que os portadores de Carteira Nacional de Habilitação deveriam pagar uma taxa relativa à anuidade, da qual dependeria a autorização para continuar conduzindo veículos automotores.


O texto trazia até a informação de que essa taxa deveria ser paga a começar no dia 1º do mês de fevereiro. Segundo o texto, os motoristas portadores de CNH receberiam em seus endereços a cobrança da taxa anual e obrigatória.

Veja também:  CRLVe - Documento do carro na versão digital

Os motoristas, conforme foram conhecendo essa notícia, não ficaram nem um pouco satisfeitos, mas se isso fosse uma determinação teria que ser aceita.

Contudo, cerca de dois dias após a disseminação da notícia em todo o país, o Departamento Nacional de Transito, o Denatran, diante da dimensão que a notícia falsa tomou, publicou uma nota oficial na última quarta-feira, dia 18 de janeiro, em que desmentiu a cobrança de anuidade.


De acordo com o Departamento, os motoristas podem ficar tranquilos pois nada mudou em relação à manutenção da Carteira Nacional de Habilitação. Os motoristas habilitados já sabem que para a renovação da carteira é necessário pagar uma taxa e que a CNH possui validade de cinco anos, após esse período deve ser renovada. A regra vale para pessoas de até 65 anos. Já para pessoas com idade superior a 65, a renovação deve ser feita a cada 3 anos, onde o motorista precisa pagar essa taxa de renovação.

Veja também:  Novo padrão de placas começa a ser usado no Brasil

O Denatran recomenda que caso os motoristas recebam alguma cobrança desse tipo, é necessário procurar o órgão responsável e verificar a veracidade do documento. Além disso, nada desse tipo está previsto para ocorrer, mas em caso de mudanças nos valores, nas taxas, o Denatran precisa fazer campanhas de informação para os motoristas.

É preciso tomar cuidado com os conteúdos veiculados na internet, pois nem tudo é verídico ou ainda pode ser parte de uma fraude.

Sirlene Montes



Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.