Fim do Renault Clio – Modelo Sai de Linha após 20 Anos

  

Após 20 anos de fabricação, Renault Clio sai de cena no Brasil.

O famoso Renault Clio, que foi um estouro de vendas no final da década de 90 até meados de 2005, vai deixar de ser produzido no Brasil. Segundo a montadora francesa, foram emplacadas apenas 43 unidades do veículo em dezembro e em outubro do ano passado a fábrica na cidade de Córdoba, na Argentina, interrompeu a produção do modelo. As últimas unidades restantes que foram vendidas no mês passado eram do estoque da fábrica.

A Renault informou que o Clio deverá ser substituído pelo Kwid, considerado pela montadora um mini SUV. O carro deverá ser comercializado a partir do segundo semestre de 2017 e as expectativas são grandes em relação as vendas. O líder de vendas da Renault é o Sandero, que custa a partir de R$ 42.500,00. O Clio era ofertado a R$ 34.900,00 na sua versão mais completa. A verdade é que o carro ficou sem um atrativo face-lift por muitos anos e com motorização fraca, o que emperrou suas vendas, já que modelos da concorrência eram mais atrativos pelo bolso e pelo visual.

Veja também:  Toyota Corolla 2018 - Preço, Ficha Técnica e Principais Novidades



O Clio deu as caras por aqui no final de 1996 já como modelo de 1997 e era importado da França, sua terra natal. Já em 1999, o compacto ganhou uma nova versão e passou a ser produzido em território nacional na fábrica em São José dos Pinhais, no estado do Paraná. Foi em estouro de vendas na época, já que estava bem a frente de seus concorrentes e oferecia ítens como airbags muito antes das leis brasileiras exigirem tal equipamento. Em meados de 2007, perante a alta concorrência, as vendas do Clio caíram vertiginosamente e toda sua produção foi direcionada para a fábrica na Argentina, onde foram feitos quase 550 mil carros. Parecia que o Clio estava com seus dias contados e de lá para cá o carro quase não teve modificações, ao contrário da sua versão na Europa, que teve outras gerações. Impossível de competir com modelos mais bonitos e que ofereciam mais ítens de luxo, o Clio não aguentou e sucumbiu ano passado. O carro não ganhou outras gerações e pecava pela falta de alguns ítens de série, não sendo viável sua compra. No final, era vendido apenas em versão única com ar condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos e um motor 1.0 com 77 cavalos.

Veja também:  Chevrolet Cruze Sedan 2018 - Ficha Técnica, Características

Rodrigo Souza de Jesus






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.