Como pedir o DPVAT pelos Correios

  

O DPVAT é válido para todo o território nacional. O formulário é preenchido de forma gratuita, sem qualquer tipo de custo para quem faz o pedido.

Você sabia que é possível pedir o DPVAT pelos Correios?

O Seguro DPVAT – Danos Pessoais Causados por Veículos Automotivos em Vias Terrestres, é destinado aos envolvidos em algum tipo de acidente de trânsito, com feridos ou mortos. Os valores são pagos a qualquer dos envolvidos, motoristas, acompanhantes ou pedestres, não importando de quem é a culpa pelo acidente.

O DPVAT é válido para todo o território nacional. O formulário é preenchido de forma gratuita, sem qualquer tipo de custo para quem faz o pedido.

Veja também:  Ford Ka 2019 Reestilizado - O Que Pode Mudar

O prazo para dar entrada e fazer a requisição é de 03 anos. Após esse período o caso será avaliado para analisar se há ou não a possibilidade de ainda se dar início ao procedimento.

Para quem está dentro do prazo, o caminho é o seguinte. Após preencher o formulário em qualquer Agência dos Correios, e anexar os devidos documentos, o pedido segue para a Seguradora Líder, com sede no Rio de Janeiro, que vai analisar o caso. Se o pagamento for aprovado, os valores serão depositados em conta corrente ou poupança. Lembrando que o titular da conta deverá ser o beneficiário da indenização.

É possível acompanhar a situação do processo de indenização pelo site da Seguradora e saber ainda outros dados do requerimento.

Veja também:  Carros Hatches Pequenos Mais Vendidos no 1º Semestre de 2017

Os valores pagos variam a cada caso. Para indenização para gastos hospitalares, o valor é de até R$2.700,00. Se o caso for de invalidez permanente o pagamento pode chegar a 13 mil reais. Para a indenização por morte, o valor pago chega a 13 mil reais por vítima envolvida.

Os documentos necessários para se fazer o pedido nas agências dos Correios são:




· Registro do Boletim de Ocorrência (Emitido por Delegacia de Polícia ou Polícia Rodoviária Federal)

· Cópia (legível) dos documentos da vítima.

Como documento de identidade podem ser apresentados, RG, Certidão de Nascimento ou Casamento, Carteira de Habilitação ou Carteira de Trabalho.

Os pedidos tem que ser feitos pessoalmente pelo beneficiário. Não serão aceitos pedidos feitos por procuradores ou por meio de procuração.

Veja também:  Chevrolet Camaro ZL1 2018 - Especificações Técnicas

Para mais informações sobre o DPVAT acesse www.dpvatsegurodotransito.com.br ou ligue para 0800 0221204.

Lembrando que o DPVAT indeniza pessoas e não cobre danos e prejuízos materiais, como danos ao veículo.

Por Ana Carolina Haddad

DPVAT pelos Correios






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.