Sem muitos detalhes Renault confirma que irá fabricar o Kwid no Brasil



Renault planeja mostrar o Kwid como uma das principais atrações do Salão de Automóvel de São Paulo

Nesta última sexta-feira, dia 13 de maio de 2016, a grande e renomada fabricante de veículos automotores Renault anunciou oficialmente que o Renault Kwid será produzido aqui no Brasil. Apesar de não ter dado maiores detalhes, a empresa afirmou que este veículo será uma das atrações trazidas no próximo Salão do Automóvel de São Paulo, evento este que irá acontecer no mês de novembro.

O Renault Kwid chega no mercado nacional com a nobre missão de substituir a famoso Renault Clio. Mesmo com lançamento previsto só para o mês de novembro, o modelo já foi visto em testes rodando no interior do estado de São Paulo, essa grande novidade da Renault chegará ao mercado para brigar com os recém-lançados Fiat Mobi e Volkswagen Up!. Além de outros modelos hatches de entrada.

Veja também:  Novo Fiat Uno em 2022?


Por enquanto a Renault preferiu não fazer maiores confirmações a respeito dos detalhes técnicos do Kwid, mas ao que tudo indica o modelo será comercializado com um propulsor 1.0 de três cilindros.

Algumas especulações já estão arriscando em afirmar que o Kwid só será comercializado no mercado nacional no primeiro semestre do ano de 2017, no lugar do veterano Clio que atualmente é comercializado em uma única versão, a qual trás de fábrica direção hidráulica, ar condicionado e vidros elétricos.



A proposta deste novo Kwid aqui no Brasil é a de ser um veículo de pequeno porte e de baixo custo, mas ao que tudo indica, quando o modelo for lançado por aqui, ele terá um toque um pouco mais refinado do que a versão que foi lançada no mercado indiano, haja vista que por lá o retrovisor do modelo é bastante simples e este deve ser um dos itens que serão modificados na versão nacional.

Veja também:  Novo Jeep Compass 2021

O sistema de fixação das rodas utilizado pelo Renault que contém apenas três parafusos deverá ser modificado e ganha  um reforço, dentre os equipamentos de série, certamente a fabricante irá inserir neste modelo airbags dianteiros e sistema de freios ABS, a fim de atender os requisitos exigidos pela legislação nacional. A central multimídia que atualmente tem sido um dos grandes atrativos da maioria dos veículos que estão sendo lançados por aqui deverá ser um item de série somente das versões mais caras.

Por Adriano Oliveira

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.