Retífica do Motor – O Que é? Quando Fazer?

  

Confira aqui o que é a Retífica de Motor e quando é o momento certo para faze-la em seu carro.

O bom funcionamento de um carro depende dos cuidados que seus proprietários dispensam com eles, como uma boa manutenção. Ao ligar o carro, ele já começa a passar por fases e processos que ao longo de seu funcionamento, começa a gerar desgaste (eventualmente problemas) nas peças internas e como consequência uma menor eficiência do veículo. Por isso, alguns procedimento se tornam necessários conforme a idade do carro, como a retífica do motor.

O que é Retífica do Motor:

Com a idade do automóvel e sua alta quilometragem, é normal que o carro comece a ter uma redução no seu rendimento, além de gastar mais combustível e também óleo lubrificante. Uma grande maioria de proprietários de automóveis, quando isso acontece, opta pela troca do veículo. Alguns porque podem achar que o carro com um motor retificado pode não ficar bom como era, outros por desconhecerem o que é realmente uma retífica de motor, podem achar que se mexer no motor serão colocadas peças de segunda mão. Acontece que os serviços de retífica evoluíram bastante e atualmente contam com tecnologias capazes de deixar o motor do veículo tão bom quanto o novo.

Veja também:  Mudanças na Permissão Internacional para Dirigir (PID)

A retífica vai trabalhar nas peças desgastadas do motor do carro, consertando-as. Pode ser feita parcial ou total, dependendo das condições nas quais o motor se encontra – isso será determinado pelo especialista, que realizará testes e avaliações . O importante é que o proprietário possa contar com bons profissionais, que sejam capazes de transformar as peças velhas em novas.

Quando fazer a Retífica do Motor:




Há como identificar possíveis sintomas de que o motor não está funcionando como deveria e que pode ter peças bastante desgastadas, sendo necessária uma retificação do motor. Alguns desses sintomas são: o alto consumo de combustível e óleo lubrificante; excesso de fumaça pelo escapamento; motor trabalhando com superaquecimento; baixa potência do carro e fortes barulhos vindos do motor.

Veja também:  Novo Polo 2018 - Novidades e Principais Mudanças na Versão Brasileira

Há outros casos em que também é preciso que se retifique o motor, nesses casos antes do tempo, daí a necessidade de cuidados e manutenção periódica, para evitar isso. Veja alguns deles: quebra da correia dentada, falta de óleo (ou mesmo óleo usado sempre no nível baixo) e também um hábito que muitos proprietários de veículos têm, que é o de manter o óleo velho por bastante tempo e ir apenas "completando o óleo" – é importante frisar que as trocas de óleo periódicas são muito importantes.

Por Lia Morale






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.