Anuncie seu carro no Carro Bonito. Mais de 1 milhão de visualizações mensais. Grátis por tempo limitado.

Acordo pode tornar Frenagem Autônoma item de série nos EUA


Governo Americano firma acordo com 20 montadoras para que elas disponibilizem frenagem autônoma em todos os carros até o ano de 2022.

Na última quinta-feira (dia 17) o governo dos Estados Unidos conseguiu fechar um acordo que envolve ao todo 20 montadoras. O citado acordo tem um único objetivo: fazer com que a tecnologia batizada de frenagem autônoma já esteja completamente disponível em todos os carros até o ano de 2022. Para se ter ideia da importância do fato, basta destacar que com a medida cerca de 28 mil acidentes possam ser evitados.

O acordo anunciado em parceria com as montadoras de carros é mais um item presente em um pacote de medidas divulgado pelo governo norte-americano no início deste ano. A finalidade principal é motivar a adoção das mais variadas tecnologias autônomas para automóveis que vierem a ser vendidos por lá durante os próximos dez anos.

Veja também:  Como Preservar o Acabamento do Carro

Segundo as informações divulgadas a respeito da medida, a previsão é que todos os veículos novos lançados a partir da data do dia 1° de setembro de 2022 já contem com um pacote de tecnologias contendo itens de série para evitar acidentes. Inicialmente tem-se falado que esse pacote deverá contar com uma variedade de equipamentos como lasers, câmeras e radares que sejam capazes de detectar quando existe um risco iminente de ocorrer um acidente com outros carros.





Tecnicamente o sistema como um todo teria a função principal de alertar o condutor para que este tenha tempo de evitar uma possível colisão. A parte interessante disso tudo é que se caso o motorista por qualquer motivo que seja não conseguir efetuar os procedimentos que evitem o acidente na velocidade exigida, o próprio automóvel tomará as medidas para  acionar os freios automaticamente.

Veja também:  Lotus Exige Sport 380 - Lançamento e Ficha Técnica

Como citamos no início desse artigo, ao todo estão participando do projeto 20 montadoras. Elas, de acordo com o governo americano, representam uma fatia de 99% do mercado de lá. As participantes são as seguintes: Volvo, Volkswagen, Toyota, Tesla Motors, Subaru, Porshe, Nissan, Mitsubishi Motors, Mercedes-Benz, Mazda, Maserati, Kia, Land Rover, Jaguar, Hyundai, Honda, General Motors, Ford, FCA US LLC, BMW e Audi.

O NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration) prevê que com a medida focando em 2022 o processo de redução de acidentes será acelerado em cerca de três anos. Além disso, o órgão que também é responsável pelas questões que envolvem o trânsito nos EUA irá fiscalizar se de fato as montadoras estão investindo e implementando essas tecnologias.

Veja também:  Ford Mustang pode ganhar Versão Híbrida em 2020

Por Denisson Soares