Acordo pode tornar Frenagem Autônoma item de série nos EUA

Governo Americano firma acordo com 20 montadoras para que elas disponibilizem frenagem autônoma em todos os carros até o ano de 2022.

Na última quinta-feira (dia 17) o governo dos Estados Unidos conseguiu fechar um acordo que envolve ao todo 20 montadoras. O citado acordo tem um único objetivo: fazer com que a tecnologia batizada de frenagem autônoma já esteja completamente disponível em todos os carros até o ano de 2022. Para se ter ideia da importância do fato, basta destacar que com a medida cerca de 28 mil acidentes possam ser evitados.

O acordo anunciado em parceria com as montadoras de carros é mais um item presente em um pacote de medidas divulgado pelo governo norte-americano no início deste ano. A finalidade principal é motivar a adoção das mais variadas tecnologias autônomas para automóveis que vierem a ser vendidos por lá durante os próximos dez anos.

Segundo as informações divulgadas a respeito da medida, a previsão é que todos os veículos novos lançados a partir da data do dia 1° de setembro de 2022 já contem com um pacote de tecnologias contendo itens de série para evitar acidentes. Inicialmente tem-se falado que esse pacote deverá contar com uma variedade de equipamentos como lasers, câmeras e radares que sejam capazes de detectar quando existe um risco iminente de ocorrer um acidente com outros carros.

Tecnicamente o sistema como um todo teria a função principal de alertar o condutor para que este tenha tempo de evitar uma possível colisão. A parte interessante disso tudo é que se caso o motorista por qualquer motivo que seja não conseguir efetuar os procedimentos que evitem o acidente na velocidade exigida, o próprio automóvel tomará as medidas para  acionar os freios automaticamente.

Como citamos no início desse artigo, ao todo estão participando do projeto 20 montadoras. Elas, de acordo com o governo americano, representam uma fatia de 99% do mercado de lá. As participantes são as seguintes: Volvo, Volkswagen, Toyota, Tesla Motors, Subaru, Porshe, Nissan, Mitsubishi Motors, Mercedes-Benz, Mazda, Maserati, Kia, Land Rover, Jaguar, Hyundai, Honda, General Motors, Ford, FCA US LLC, BMW e Audi.

O NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration) prevê que com a medida focando em 2022 o processo de redução de acidentes será acelerado em cerca de três anos. Além disso, o órgão que também é responsável pelas questões que envolvem o trânsito nos EUA irá fiscalizar se de fato as montadoras estão investindo e implementando essas tecnologias.

Por Denisson Soares

Compartilhe

Posts Recentes

10 carros muito populares entre as mulheres brasileiras

Carros práticos e versáteis para o dia-a-dia, esses carros têm uma legião de fãs entre… Leia Mais

5 carros compactos baratos e excelentes para estrada de terra

Pensando num carro compacto e barato para usar em estrada de terra? Veja essas 5… Leia Mais

Chevrolet S10 2025: atualizações sem alteração de preço na pré-venda

A Chevrolet deu início à pré-venda da S10 2025, apresentando atualizações significativas sem alterar os… Leia Mais

Ford Ranger Raptor 2024: novidades no segundo lote e implicações no mercado

A Ford Ranger Raptor, em sua versão 2024, apresenta-se ao mercado brasileiro com mudanças significativas… Leia Mais

Volkswagen Polo 2025 redefine expectativas e é oferecido em seis versões

Em um mercado automobilístico cada vez mais competitivo, o Volkswagen Polo 2025 emerge como um… Leia Mais

Toyota RAV4 Plug-in Hybrid 2024 chega deixando marcas no asfalto brasileiro

A energia elétrica nunca pareceu tão empolgante com a chegada do Toyota RAV4 Plug-in Hybrid… Leia Mais