Carro na Reserva de Combustível – Riscos e Cuidados



Confira aqui os principais riscos de se dirigir com o tanque do carro na reserva.

Você já se perguntou se deve andar com o seu carro na reserva de combustível? Bom, vamos listar alguns pontos na matéria que dão conta que isso não é um bom negócio na maioria das vezes.

Um estudo feito na Inglaterra e publicado no Daily Mail aponta que em todos os anos mais de 820 mil pessoas não dão a atenção devida para a luz que avisa que o seu carro está na reserva e o mesmo quebra pela falta de combustível. A pesquisa foi realizada pela empresa de seguros Liverpool Victoria.



Foi um quarto dos motoristas que responderam à pesquisa que pensam que podam rodar, pelo menos, mais 65 km quando observa que está ligada a luz de reserva. O seu carro pode acabar tendo um problema mais sério do que apenas acabar com o combustível no meio do caminho.

Quando o veículo está com somente um quarto do tanque com combustível, o carro poderá ter problemas nos freios e também na direção. Eles podem não funcionar corretamente. São itens importantes que salvam muitas vidas em problemas de trânsito.



Os motoristas devem estar cientes que o medidor de combustível de seus veículos não são tão precisos assim. Na maioria dos carros, inclusive naqueles mais modernos, a medição é realizada por um flutuador, da mesma forma como acontece com as caixas d’água. Um exemplo é: quando o veículo está subindo em uma ladeira o nível pode ser distinto quando se está em um plano de pista.

Outro ponto importante é que a distância que pode ser percorrida com a gasolina na reserva varia de modelo em modelo. A melhor dica para evitar os problemas é abastecer o quanto antes. Para esse problema, vale a frase que o barato sai caro. Se você ficar por muito tempo sem o combustível necessário, pode entrar ar no sistema e mesmo abastecendo um pouco, o carro poderá ficar parado. Com isso, você deverá chamar um mecânico e “sangrar” o sistema.

Leia também:  Lifan X50 será lançado no Brasil em 2015

Está com pouca gasolina?

Primeiro de tudo, não se deve dirigir com menos de um quarto de tanque. Quando se está com pouca gasolina, o melhor é manter a velocidade do veículo entre 60 a 80 km/h. O motorista não pode fazer movimentos bruscos com freadas ou acelerações.  Ele deverá tentar deixar que o motor fique com 2 mil a 3 mil rpm

Outros Conteúdos Interessantes

1 Comment

  1. boa td. sempre meus. carros eu nunca deixei nivel do tanque de combustivel baixar de meio.ha mts anos eu percebia isso em outros carros.que não é mt. bom.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.