Renault Duster Dakar – SUV ganha Nova Versão Especial

  

Picape possui visual exclusivo e diversos itens de série.

A Renault lançará este ano um novo modelo em homenagem ao mais famoso rally do mundo. Trata-se da Duster Dakar, uma SUV da linha Dynamique. O veículo será apresentado nas versões 1.6 16v com 5 marchas manuais e 2.0 16v com 6 marchas também manuais, com tração 4×4.

A primeira opção conta com 110 cv, pode alcançar 160 km/h e tem um porta malas com capacidade para 475 litros. Já a segunda opção tem 143 cv, possui um porta malas de 400 litros (já que possui suspensão traseira Multimilk, que diminui o espaço) e pode alcançar 187 km/h.

O símbolo do modelo estará estampado nas portas, no volante e nos bancos, além de um adesivo nas portas traseiras de um mapa estilizado.

Veja também:  Análise Suzuki Jimny 4x4 - Vale a Pena?

A Renault tem como grande concorrente a Ford EcoEsport, que para 2016 também apresentará novidades nos novos modelos, tentando superar a nova Duster em vendas. Porém, será uma missão difícil, já que o Renault Duster até o momento e superior em vendas na categoria SUV.

Para manter suas vendas em alto e superar a crise que afeta o pais, a Dakar terá novidades para atrair compradores. Uma dessas novidades são as rodas de liga leve com aro 16”, além do acabamento diamantado e em cores preto-brilhante.




Já no seu interior, mais uma vez a Renault deixa um pouco a desejar na linha SUV, que com terminações simples e não tem nenhuma novidade visual no painel. O modelo conta com ar condicionado, direção hidráulica, travas e vidros elétricos nas quatro portas, sensor de estacionamento, retrovisores elétricos, duas tomadas de 12v, farol de neblina, volante com regulagem de altura, quatro alto-falantes e freios ABS.

Veja também:  Ficha Técnica do Volkswagen SpaceFox 2018

Como opcional terá os bancos parcialmente revestidos em couro e alargadores para o para-lamas como acessório.

No que se trata de tecnologia, a Dakar será equipada com uma tela de 7 polegadas conectada à Media Nav Evolution, além de conexão de GPS com informações de trânsito.

Santiago Matheus Leal Pereda






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.