Manutenção dos Freios do Carro – Principais Problemas e Quando Trocar as Peças



Confira aqui algumas dicas e cuidados que você deve ter com os freios de seu carro. Saiba quais são os principais problemas que podem acontecer e quando é o momento certo para trocar cada peça.

Um dos principais itens de segurança do carro são os freios. Este item, que aparentemente tem um sistema de funcionamento bastante simples, muitas vezes sofre com o descuido dos motoristas, o que pode acarretar em graves acidentes. Para evitar que isso aconteça, é preciso ficar sempre atento às manutenções e também aos sinais de que algo está errado em seu funcionamento. Mas você sabe como identificar os principais problemas e sinais de que os freios de seu veículo não estão bons? Se não sabe, confira abaixo algumas dicas:

Primeiramente, o motorista precisa entender o funcionamento do sistema de freio, uma vez que há muita coisa além do pedal que pisamos para parar o veículo. O sistema de freios funciona basicamente da seguinte forma: Junto com a roda existe um disco, que gira conforme o veículo está em movimento. Já na suspensão do carro, estão fixadas as pinças e as pastilhas de freio. Ao acionar o pedal de freio no interior do veículo, as pastilhas fazem uma espécie de sanduíche com o disco, o que acaba segurando a rotação das rodas e consequentemente diminuindo a velocidade do carro.



Vale lembrar que o sistema de freios é composto por Pedal, Servo Freio, Cilindro Mestre, Fluído de Freio, Canos e Mangueiras, Pastilhas de Freio, Discos de Freio, Lonas e Tambores. Além disso, é importante citar que geralmente os carros possuem freios a disco na parte da frente e freios com tambores na parte traseira.

Entre os principais problemas encontrados no sistema de freios está a trepidação e o ruído. A trepidação ocorre devido ao desgaste do disco do freio, que provavelmente está com imperfeições que fazem com que a pinça tenha problemas ao entrar em contato com o disco, o que causa a trepidação. Já o ruído ocorre porque as pastilhas de freio estão gastas, com isso, o metal das pastilhas entra em contato com o metal do disco e isso faz com que o atrito dos metais cause barulho. Sendo assim, para arrumar a trepidação ao frear é preciso trocar o disco de freio. Já quando o carro estiver fazendo barulho ao frear, é preciso trocar as pastilhas.

Veja também:  Fiat Mobi VeloCITY 2018 - Especificações, Características

Já quando o nível de óleo baixar, os motoristas devem ficar atentos às pastilhas, pois isso é um sinal de que elas podem estar desgastadas. Para evitar isso, é preciso verificar se não há vazamentos nos cilindros de freio das rodas traseiras. 



Já quando o motorista ouvir um estalo ao pisar no freio, os problemas do carro poderão ser vários. Entre eles está a falta de molas nas pastilhas, as buchas das bandejas estouradas, os pinos das pinças de freio com folga, as buchas da barra estabilizadora, a torre do amortecedor solta, entre outros.

Confira agora os principais problemas dos demais itens que formam o sistema de freio e quando troca-los:

  • Pedal: O pedal nada mais é do que o acionador do freio. Ele geralmente não precisa de troca, exceto se estiver torto devido a alguma batida, por exemplo.
  • Servo Freio: O servo freio serve basicamente para auxiliar no funcionamento do freio, multiplicando para todo o sistema a força empregada no pedal. O principal problema desta peça é deixar o pedal do carro pesado, se isso acontecer é preciso trocar o item. Vale lembrar que a troca desta peça deve ser feita com cerca de 120 mil a 200 mil km rodados.
  • Cilindro Mestre: O cilindro mestre é responsável por abastecer o cilindro do freio com fluído, que é retirado do reservatório e que transforma a pressão mecânica dos pedais em pressão hidráulica. O problema nesta peça geralmente deixa o pedal baixo, o que é ocasionado devido à corrosão interna da peça (que é causada por fluído vencido ou contaminado com água). Esta peça suporta mais de 100 mil km rodados se a manutenção do carro for feita de maneira correta (trocando o fluído a cada 10 mil km).
  • Canos e Mangueiras: Estas peças são responsáveis por levar os fluídos do cilindro mestre para as rodas. O principal problema que pode acontecer com os canos e mangueiras é eles sofrerem furos ou se romperem, se isso acontecer o fluído vazará e o carro pode ficar sem freio. Não existe um prazo exato para a substituição destas peças, por isso, é preciso checa-las toda vez que for trocar o óleo.
  • Pastilhas: As pastilhas são as peças que entram em contato com o disco do freio e param o veículo. Por estarem em constante contato com o disco de freio, as pastilhas tendem a desgastar e reduzir o seu poder de frenagem. Por isso, ao sentir que o carro está tendo mais dificuldade para parar, o ideal é trocar as pastilhas. Com relação ao seu prazo de troca, ele não possui um tempo certo, isso vai depender do quanto o carro já rodou e seu freio foi acionado. Porém, o recomendado é trocar as pastilhas a cada 20 mil km rodados.
  • Discos: Os discos de freio são uma das principais peças que compõem o sistema de freio. Eles podem entortar, quebrar ou ficar gastos. Se isso acontecer pode provocar trepidações que consequentemente também poderão danificar as pastilhas do carro. Não existe um prazo para a troca do item, isso deverá ser feito conforme o motorista sinta o seu desgaste.
  • Lonas: As lonas estão presentes nos freios traseiros e são responsáveis por fazer o atrito nas rodas com os tambores de freio. Esta peça também é responsável por travar o carro quando este está com o freio de mão acionado. O desgaste desta peça diminui a capacidade de frenagem da roda traseira e também dificulta o funcionamento do freio de mão.
  • Tambores: Os tambores ficam localizados no entorno das lonas de freio, nas rodas traseiras. Quando o freio é acionado, a lona toca o tambor, que faz com que o veículo pare. O desgaste desta peça compromete o funcionamento do freio. A troca dos tambores não possui um tempo certo para ser feito, mas recomenda-se que isso seja realizado quando o motorista sentir dificuldade no funcionamento do freio traseiro.
Veja também:  Volkswagen Polo e Virtus ganham versão automática - Novidades

Confira no vídeo abaixo como exatamente funcionam os freios do carro:



Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.