Kia Optima 2016 aparece no Salão de Nova York

  

O modelo do Optima foi lançado oficialmente com um visual mais elegante no Salão do Automóvel de NY.

A Kia apresentou uma grande novidade durante o Salão do Automóvel de Nova Iorque. Pouco depois de ter apresentado através de uma imagem oficial, a montadora oriental revelou no evento o novo Kia Optima 2016, que traz linhas muito mais futuristas e bem reestilizado em relação ao modelo anterior.

Entre os destaques do novo modelo, está o seu tamanho, já que ele ficou maior e mais largo. Com uma assinatura tiger nose, a dianteira ficou muito mais robusta e dá uma cara de invocado ao novo modelo. A traseira também se apresenta diferente, com uma caída mais suave e duas saídas de escape. Além disso, as lanternas traseiras também são novas.

Veja também:  Hyundai ix35 2018 - Especificações, Versões

A parte interna também ficou bem melhorada em relação ao modelo mais antigo, com mais qualidade nos acabamentos. Os bancos ganharam três opções de revestimento: couro, couro Nappa ou tecido. Todas as versões terão de série o sistema UVO. E logo na versão de entrada, o Optima 2016 já ganha uma câmera de ré na traseira e, para a versão top de linha, ainda ganha um monitor com visão panorâmica de 360°.

Na parte mecânica, também haverá três opções: o turbo 1.6 litro com potência de 180 cv e torque de 26,9 kgfm com câmbio de sete marchas; e os modelos antigos, com 2.0 GDI turbo, de 247 cavalos, e o motor 2.4 GDI, com potência de 185 cv.

Veja também:  Renault Captur 2018 - Ficha Técnica, Especificações



O novo sedan da Kia ainda foi pensado com diversos itens e recursos de segurança. Entre eles, estão: frenagem de emergência autônoma, controle de cruzeiro adaptativo, detector de ponto cego e faróis HID.

O Kia Optima 2016 ainda não tem uma data definida para ser lançado, porém é certo que chegará ao mercado ainda nesse ano, no segundo semestre. A montadora coreana não informou se o modelo chegará ao Brasil, nem o possível preço que ele terá tanto no país como no resto do mundo.

Por Felipe Villares






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.