Suzuki SX4 – Segunda geração chega em maio



O modelo chegará com um visual renovado e o seu preço ficará entre R$ 70 mil a R$ 80 mil.

A Suzuki definiu para maio o início do S-Cross, sendo a segunda geração do SX4. Mais semelhante com um jipinho, como também um design completamente renovado, S-Cross é maior em relação ao seu antecedente. Ele possui 4,30 metros de comprimento e 2,60 m de entre-eixos, enquanto o SX4 tem 4,12 m e 2,50 m. Outra alteração está presente sob o capô. É retirado o 2.0 litros de 145 cv e passa a ter 1.6 litro 16V de 120 cv e 15,5 kgfm de torque. O câmbio CVT com sete velocidades também substituem a antiga automática. A empresa não informa valores, entretanto, é possível que o S-Cross seja recebido com preços entre R$ 70 mil e R$ 80 mil.

Veja também:  Como Conservar a Pintura do Carro

A Suzuki também divulgou recentemente o IK-2, que é um hatch compacto, que poderá ser disponibilizado no próximo ano na Europa. Com visual “fluido, o modelo possui um visual, quase que igual e linhas suaves. De acordo como a empresa, o visual do veículo tem o objetivo de possuir uma carroceria que forneça privilégio para a segurança e estabilidade do veículo.

Possuindo motor turbo 1.0, com injeção direta com base na gasolina, as informações de potência e torque não foram reveladas. Entretanto, as medidas do Suzuki Ik-2 foram anunciadas, onde ele terá 4,02 metros de comprimento, 1,45 metros de altura, 1,92 metros de largura e 2,52 metros de entre-eixos.



O modelo também inicia uma nova geração de plataforma mais rígida e leve, como também a melhora das concepções de carros globais. O efeito, de acordo com a empresa, é o aprimoramento na eficácia de consumo de combustível, dirigibilidade, segurança, conforto acústico e estabilidade.

Veja também:  Jeep Compass poderá ter versão 4x4

A Suzuki irá empenhar na produção, diminuindo as quatro plataformas presentes para três e modularizando itens funcionais. Isto irá possibilitar a disponibilização de veículos novos de um modo eficaz, que poderá ser ajustado de modo mais veloz segundo a necessidade do mercado.

Felipe Couto de Oliveira






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.