Novo Nissan Leaf usa Tinta que Brilha no Escuro



Desde que lançou o Leaf há 4 anos atrás, a Nissan a cada dia que passa mostra que é possível criar um carro e mesmo assim pensar na sustentabilidade. O Leaf conseguiu se tornar o elétrico mais popular no planeta e ao mesmo tempo essa grande montadora japonesa decidiu experimentar novos tipos de pinturas.

Como assim pinturas, você deve estar se perguntado?



A última da empresa meses atrás tinha sido uma pintura que não suja fácil. A novidade foi exposta no Nissan Note e agora para completar a sua ideia radical de preocupação com o meio ambiente, a empresa decidiu através do Nissan Leaf utilizar uma tinta que brilha no escuro.

Nos últimos dias foi possível acompanhar na cidade de Rolle, que fica na Suíça, o Leaf passeando e pintando com um revestimento que recebeu o nome em inglês de “starpath”, que significa caminho estrelado.



Essa tinta foi criada através de uma parceria com o inglês Hamish Scott e para entender melhor como funciona o processo, se trata de aplicar uma película através de spray no carro e essa película realiza a absorção dos raios do Sol, ou seja, durante o dia essa tinta absorve os raios ultravioletas e permite que no período da noite o veículo fique brilhando de oito a dez horas.

Outra característica é que a tinta utiliza totalmente materiais orgânicos na sua composição, dos quais um deles é um elemento muito raro no nosso planeta com o nome de Aluminato de Estrôncio e esse elemento tem como característica ser sólido, inodoro e química e biologicamente inerte!

O que a Nissan ganha com isso tudo?

Já de início ela se tornou a primeira fabricante quando se trata de utilizar tinta brilhante na pintura original de um veículo de produção, pois conforme temos informações, algumas empresas particulares de customização já realizam esse tipo de processo.

Leia também:  Nissan Leaf será Fabricado no Rio de Janeiro

Outro ponto é que a Nissan também que mostrar que os proprietários do Leaf decidiram instalar em suas casas painéis solares para abastecer o carro e com isso mostra que as pessoas estão se tornando ambientalmente engajadas, no sentindo de reduzir a emissão do carbono na atmosfera.

A tinta dura até 25 anos e se o proprietário não quiser esse efeito “azul”, basta manter o veículo fora dos raios solares ao longo do dia.

Por Fernanda de Godoi

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.