Manutenção do Carro Híbrido – Custo pode ser mais Barato que do Carro Comum

Ao adquirir um automóvel, muitas pessoas ficam em dúvida e uma das perguntas mais comuns é: manter um carro híbrido é mais caro que manter um automóvel convencional? Para a surpresa de muitas pessoas, a repostas é negativa, isso mesmo, não é mais caro manter um carro híbrido. No entanto, a reposta passa a ser sim caso o mesmo quebre. Ou seja, a manutenção comum e preventiva, que é recomendada para todos os tipos de carros, não acaba sendo mais cara em um carro híbrido. Em alguns casos o preço da manutenção pode ser inferior ao de carros normais, por exemplo.

As dúvidas quanto aos gastos já começam no momento da compra, pois os híbridos são relativamente mais caros que automóveis convencionais de tamanhos similares e etc. Porém, saiba que o mesmo não acontece quando o assunto é a manutenção. O grande problema está mesmo no sistema híbrido, pois um defeito nessa parte do carro irá trazer grandes gastos em casos como, por exemplo, onde a garantia já tenha expirado.

O preço da manutenção em híbridos e carros comuns é equivalente, pois o motor a gasolina de um híbrido requer a mesma manutenção de um motor de outro carro qualquer. O mito de um preço maior para a manutenção dos híbridos surgiu há muito tempo. Algum tempo atrás as oficinas não gostavam de trabalhar com híbridos. Dessa forma, os clientes tinham que procurar uma concessionária e todos sabem que o preço de manutenções em concessionárias é relativamente alto. No entanto, as coisas mudaram, sendo que hoje em dia é possível realizar manutenções em seu híbrido em qualquer oficina.

Um dos exemplos que comprovam que a manutenção do híbrido pode ser mais barata está em seu motor. Saiba que o motor a gasolina sempre desliga quando o automóvel está em repouso ou a baixa velocidade, dessa forma, o motor elétrico irá fazer todo o trabalho. Isso implica em um menor desgaste de seu motor e, consequentemente, menos manutenções a serem feitas. Outro exemplo está na troca de óleo, pois nos híbridos a mesma é recomendada a cada 8.000 km rodados, enquanto que em carros normais essa troca deve ser feita a cada 5.000 km.

Outro destaque dos híbridos é que o sistema de frenagem dos mesmos produz uma quantidade menor de calor, ou seja, as pastilhas e discos dos freios irão durar mais. Além disso, a maioria dos híbridos não requer manutenção especial no sistema híbrido. O grande custo fica mesmo na parte do sistema especial, caso ele venha a apresentar problemas antes do previsto, o que não é muito comum.

Por Bruno Henrique

Compartilhe

Posts Recentes

10 carros muito populares entre as mulheres brasileiras

Carros práticos e versáteis para o dia-a-dia, esses carros têm uma legião de fãs entre… Leia Mais

5 carros compactos baratos e excelentes para estrada de terra

Pensando num carro compacto e barato para usar em estrada de terra? Veja essas 5… Leia Mais

Chevrolet S10 2025: atualizações sem alteração de preço na pré-venda

A Chevrolet deu início à pré-venda da S10 2025, apresentando atualizações significativas sem alterar os… Leia Mais

Ford Ranger Raptor 2024: novidades no segundo lote e implicações no mercado

A Ford Ranger Raptor, em sua versão 2024, apresenta-se ao mercado brasileiro com mudanças significativas… Leia Mais

Volkswagen Polo 2025 redefine expectativas e é oferecido em seis versões

Em um mercado automobilístico cada vez mais competitivo, o Volkswagen Polo 2025 emerge como um… Leia Mais

Toyota RAV4 Plug-in Hybrid 2024 chega deixando marcas no asfalto brasileiro

A energia elétrica nunca pareceu tão empolgante com a chegada do Toyota RAV4 Plug-in Hybrid… Leia Mais