Teor de Etanol na Gasolina deve Subir

  

O teor de etanol na gasolina deve subir dos atuais 25% para 27%, com início previsto para 16 de fevereiro. A proposta do aumento foi apresentada pela Anfavea (Associação Nacional das Fabricantes de Veículos) em reunião com o ministro chefe da Casa Civil (Aluizio Mercadante) e representantes do setor sucroalcooleiro, realizada no dia 02 deste mês de fevereiro. A proposta será encaminhada agora para a aprovação da presidente Dilma.

Segundo a Anfavea, a finalidade da proposta é diminuir a quantidade de importações de combustível, tendo assim reflexo também no preço final para os consumidores. No entanto, a medida trará diversas implicações, tais como o aumento do consumo, pois o etanol tem uma combustão mais rápida que a gasolina. A previsão para aumento do consumo para carros movidos somente a gasolina é de 3%.

Veja também:  Renault Sandero Stepway 2018 - Novidades, Ficha Técnica

Os motores dos carros bicombustíveis não sentirão muita diferença na combustão da nova mistura, já os motores dos carros só a gasolina poderão sentir danos com o tempo. Para resolver essa questão a Anfavea sugeriu que a gasolina premium continue com o percentual de etanol inalterado. Detalhe é que o litro da gasolina premium é mais de cinquenta centavos mais cara que a gasolina comum.




A Anfavea afirmou que a decisão de deixar o percentual de etanol na gasolina premium inalterada se deu pelo fato de os testes da nova mistura em motores a gasolina não terem sido concluídos. Não sendo assim confirmado que a nova mistura cause desgastes nesses motores. Segundo a Anfavia, a gasolina aditivada também será alterada para o percentual de 27%, sendo que a premium (que é uma gasolina de alta octanagem) será a única a permanecer com o percentual atual.

Veja também:  CNH-e - Carteira de Motorista Eletrônica

Como a maioria das marcas de veículos vendidos no Brasil trabalha com carros bicombustível, ficarão em dificuldade apenas os proprietários de carros mais antigos e de carros importados que usam apenas a gasolina. Esses proprietários terão a opção de pagar mais carro na gasolina premium ou utilizar a nova mistura e correr os riscos de aumento de consumo do veículo e desgaste excessivo do motor.

Dalmo Rocha






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.