GM vai investir R$ 100 milhões para novo centro logístico em São Caetano (SP)





O ano de 2015 é muito especial para a General Motors no Brasil, haja vista a empresa estar comemorando nada menos que 90 anos de atuação no mercado brasileiro. E visando ainda mais sucesso em nosso país, a empresa já inaugurou o Masc, que é a sigla em inglês para Centro Logístico de Recebimento e Sequenciamento de Materiais Produtivos. Confira mais detalhes sobre o novo centro logístico da empresa na continuação desta matéria.

É importante ressaltar que o novo centro logístico está localizado dentro do complexo industrial da General Motors em São Caetano do Sul, São Paulo. Um dos diferenciais da nova estrutura é quanto ao fato da mesma utilizar métodos de gerenciamento inovadores para os padrões da atual indústria automobilística. Dessa forma, o objetivo do Masc será elevar a produtividade.

Veja também:  Recall Ford Fusion 2015 - Problema nos Cintos de Segurança



O Masc ocupa uma área de nada menos que 30.000 m² e pretende movimentar diariamente cerca de 1,4 milhão de componentes, entre os quais: peças de acabamento, peças de tapeçaria e mecânicas com o objetivo de abastecer a linha de montagem local. Vale ressaltar que o Masc tem o dobro da capacidade de estocagem se comparado com o antigo centro, com isso, será possível estocar até 4.000 tipos de componentes. Esse é o mais moderno centro da General Motors e custou mais de R$ 100 milhões.

“Gerenciar o inventário de peças e suprir de maneira ininterrupta a linha é um dos processos-chaves na fabricação de um automóvel e refletem diretamente nos seus custos”, avalia Santiago Chamorro, presidente da General Motors do Brasil.

Veja também:  Mercedes-Benz EQC 2020 - Lançamento do Novo Carro Elétrico no Brasil

Uma ideia bastante presente desde a demolição do antigo prédio até a construção do novo foi a sustentabilidade. A construção do prédio teve total apoio do IPT, Instituto de Pesquisas Tecnológicas que possui vínculo com a Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo. O IPT deu suporte para que todo o entulho resultante da obra fosse devidamente reciclado.

Esse novo centro logístico também irá servir de exemplo para outras instalações da General Motors em todo o mundo.

Por Bruno Henrique



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.