Ford EcoSport 2015 contará com versão sem estepe na traseira



A característica principal do Ford EcoSport está no estepe externo acoplado à tampa traseira, afinal esse conceito está presente no veículo desde seu lançamento em 2003. Esse é o grande atrativo do crossover para muitos consumidores brasileiros. Porém, a Ford reestilzou o modelo retirando o estepe externo para o mercado europeu.

O fato é que essa particularidade não agradou o mercado automobilístico europeu que alega que o acabamento externo, qualidade dos materiais, ajustes e estepe na porta traseira não condiz com o alto preço do veículo.



Para evitar que o modelo fosse retirado do mercado por baixas vendas, a montadora americana modificou o crossover para ser comercializado no mercado europeu. A partir de maio de 2015, o modelo deverá ser encontrado sem estepe na tampa traseira e com algumas modificações.

Já que no continente europeu não é obrigatório possuir um estepe reserva, a alteração deve ser fácil de realizar. Basta trocar a porta traseira e o para-choque.  A placa deverá ser acoplada na tampa traseira, no lugar do estepe.



Se houver modificações em países que obriguem o uso de estepe e kit de reparos – no Brasil é preciso ao menos o kit de reparos – seria necessário redesenhar o assoalho para abrigar o estepe. Por enquanto no Brasil, o líder de vendas do segmento não deverá sofrer alterações.

A qualidade de acabamento interno e externo deverá ser melhorada. Assim como, uma nova calibração na suspensão, tornando-o mais confortável. Em seu primeiro ano de vendas o modelo vendeu apenas 13 mil unidades na Europa em 2014.

Em comparação ao modelo Pegeout 2008, o crossover americano vendeu dez vezes menos, ficando abaixo até mesmo do modelo francês Renault Captur que vendeu cerca de 160 mil unidades. Com tais alterações, a montadora estadunidense espera vender 36 mil unidades em 2015. Mesmo com uma grande melhora em vendas, será difícil que o Ford EcoSport alcance os principais adversários no segmento.

Leia também:  Suspensão da Lei do Farol Baixo

 Por Wendel George Peripato

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.