Carro Elétrico no Brasil – Vantagens e Desvantagens



É de conhecimento geral que os países do mundo inteiro vêm buscando alternativas sustentáveis, menos poluentes e de menor custo para serem utilizadas como propulsores de veículos automotores. No Brasil, onde não é diferente, há anos surgiu o etanol (popularmente conhecido álcool combustível), alternativa sustentável para substituir a famosa gasolina (que é derivada do petróleo), contudo, diante das inúmeras pesquisas relacionadas ao assunto, outras fontes de energia estão surgindo pelo mundo e as montadoras de veículos vêm fazendo as suas apostas em qual dessas opções irá revolucionar o mercado automotivo.

No Brasil, a última novidade nesse sentido foi a inserção de veículos movidos a eletricidade. Ter um carro movido à eletricidade é um ótimo negócio, haja vista que o carro elétrico não polui, é mais silencioso que os veículos movidos por outras fontes de energia, mais econômico, tem baixo custo de manutenção mecânica, além de ter impostos reduzidos em alguns estados do país.

Veja também:  Novo Recall do Volkswagen Jetta, Golf e Tiguan


Segundo dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), no mundo atualmente há cerca de 7 milhões veículos elétricos leves e pesados em circulação, enquanto no Brasil atualmente a frota desse tipo de veículo não passa de 3 mil carros, ou seja, apenas 0,04% do total da frota existente.

O grande atrativo para o consumidor adquirir um veículo elétrico no Brasil é o fator de que para se rodar com um veículo movido à etanol o consumidor gasta em média R$ 0,19 por quilômetro, já com um veículo movido à eletricidade o consumidor gasta apenas a quantia de R$ 0,05 por quilômetro.



No entanto, os obstáculos para os consumidores adquirirem esse tipo de veículo 100% elétrico no país ainda são enormes, porque esses carros tem um preço muito alto, sendo que as opções são bem escassas. Uma opção recém-lançada no mercado brasileiro foi o BMW i3, que custa cerca de R$ 226 mil. O outro obstáculo para aquisição desse tipo de carro é o fator de que no Brasil ainda não há infraestrutura e muito menos logística para que estes veículos sejam recarregados nos grandes centros urbanos.

Veja também:  Novo Hyundai HB20 2020 - Novidades e Previsão de Lançamento

Por Adriano Oliveira

2 comentários em “Carro Elétrico no Brasil – Vantagens e Desvantagens

  1. FRANCISCO RAMOS CORRÊA

    - Editar

    Responder

    Por enquanto essa indústria estar ainda engatinhando, ou em estado latente. Mas vamos chegar lá. Já foi um primeiro passo. O passo definitivo deverá ocorrem em um futuro próximo. São duas alternativas: uma é o veículo auto suficiente. Isto é: ser impulsionado utilizando energia 100% produzida no próprio compartimento do motor. A outra alternativa é a utilização de um equipamento barato, onde seja possível uma a transformação do veículo convencional movido a petróleo ou semelhante, em auto suficiente. Quem viver verá. Essa será a maior revolução da indústria de veículos no mundo, ACABANDO DE VEZ COM AS GUERRAS MOTIVADAS PELO MONOPÓLIO DO PETRÓLEO E COM A MAIOR POLUIÇÃO DO PLANETA. É pena que isso só será visto daqui a mais uma geração, e eu não irei mais ver nem utilizar. Mas torço para que isso aconteça quanto antes para A PAZ DOS POVOS E DO Planeta Terra. Venho batendo nessa tecla a muitos anos quando nem em sonho se pensava nessa possibilidade. A primeira vez que tive a ousadia de tocar nesse assunto foi no ano de 1994. Não me lembro mais o que fiz da matéria. Só sei que escrevi algo nesse sentido.

  2. o problema maior que eu vejo, é que o nosso governo não quer que o povo tenha esse benefíciu pois teriamos uma empresa ( petrobrás ) sem dar lucros para eles pois exportamos o petróleo e importamos a gasolina, assim os cofres particulares estariam vazios ou seja as conta na suíça e outros pais fiscais ficariam sem verbas dos surrupiadores do nosso pais.

Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.