Descontos do IPI devem aquecer o mercado de automóveis até o final de 2014

  

Os descontos do IPI até o fim de 2014 deverão aquecer o mercado nos últimos meses do ano. Lojistas acreditam que a redução do imposto levará os clientes a uma corrida até as lojas para garantirem o melhor preço.

De acordo com Flávio Meneghetti, presidente da  Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, Fenabrave, em janeiro de 2015 o imposto volta a ser aplicado, pois não existe possibilidade de continuação dos cortes, uma das razões é eleição presidencial deste ano, já que em primeiro de janeiro de 2015 o novo presidente tomará posse. “Mesmo em caso de reeleição de Dilma Rousseff o IPI deverá voltar ao percentual histórico”, aposta Flávio.

A redução do IPI vem ocorrendo com certa frequência no país na tentativa de impulsionar e aquecer o mercado automobilístico brasileiro, que passa por uma crise econômica, e que reflete na desmobilização de mão de obra em diversas montadoras do país. Tão grave que, atualmente, é usado um sistema de "lay-off", que é a suspensão temporária dos contratos de trabalho. Nesse mecanismo, o funcionário é afastado e parte dos salários é bancada pelo Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), do Ministério do Trabalho, mas essa contribuição é limitada a cinco meses

A ação de redução para ativar a economia aconteceu em maio de 2012, carros com motor 1.0 teve seu IPI totalmente reduzido, os demais teve o IPI reduzido em média pela metade. Em 2013, um pequeno ajuste devolveu uma taxação de 2% nos carros com motor 1.0 e os demais entre 7% e 8%.

Este ano, o governo pensava em retomar as taxas originais, mas a queda  nas vendas fez o mesmo recuar na decisão, porém não sem reajustá-los. Nos carros motor 1.0 o imposto subiu para 3% e os demais entre 8% e 9%.

Sendo assim, a partir de janeiro de 2015, as taxações originais do IPI para carros de passeio serão:

– Para carros até 1000cc – 7%;

– Para carros de 1001cc a 2000cc gasolina – 13%;




Veja também:  Fiat Strada - Novidades da Nova Geração

– Para carros de 1001cc a 2000cc flex – 11%;

– Para carros acima de 2001cc gasolina – 25%;

– Para carros acima de 2001 cc flex – 18%.

Por Vivian Schetini

IPI reduzido

Foto: Divulgação






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.