Redução nos custos com a nova plataforma MQB da Volkswagen não dá retorno esperado

  

De acordo com o site “Autoblog”, as expectativas de redução nos custos que era esperado pela Volkswagen com a utilização da nova plataforma modular MQB não estão sendo confirmadas. A redução nos custos não está se mostrando tão efetiva e rentável quanto era previsto pela marca alemã e a empresa já se preocupa com o aumento do custo de produção por unidade de veículos que utiliza essa plataforma.

Desenvolvida para ser utilizada em diversos veículos do Grupo Volkswagen, a intenção da fabricante alemã era reduzir de forma substancial os gastos com a produção mediante o compartilhamento de diversos componentes comuns entre os carros. Contudo, os resultados nos primeiros anos de utilização não são favoráveis, comprometendo a estratégia de economia em escala industrial, o que vem preocupando os executivos.

Veja também:  CNH Social Gratuita - Onde e Como Fazer

A preocupação dos executivos da Volks é explicada pela redução no lucro por unidade vendida, em consequência dos altos gastos extra. Esses gastos são causados pelo fato da plataforma MQB exigir um nível de automação maior, mais elevado do que era previsto pela fabricante alemã. Com isso, as unidades fabris responsáveis por produzir os carros com essa plataformas passaram por alterações, substituindo os equipamentos por maquinários mais modernos e mais caros.

Os gastos ainda foram intensificados pelo fato de que a Volkswagen teve que fazer, de forma simultânea, a substituição de equipamentos das unidades situadas na Alemanha, Hungria, China e México, que produzem veículos com a plataforma MQB. Vale lembrar que em breve a nova geração do Golf deixará de ser importada da Alemanha para ser fabricado no Brasil, o que deverá gerar mais custos à marca para adequar a fábrica brasileira.

Veja também:  Ford Ka e Ka+ 2018 - Novas Versões e Preços



Para tentar atenuar os gastos extras inesperados, a Volkswagen iniciou um plano de corte de custos. Embora não tenha sido esclarecido pela marca, o engenheiro e Chefe das Linhas de Produção, Michael Macht, foi temporariamente afastado do cargo.

Com todo esse problema gerado, a concretização da estratégia de economia e de uma geração maior de lucro com a utilização da plataforma MQB deverá ocorrer a médio ou longo prazo, e não de forma rápida como era esperado pela marca. 

Por Caio Polo






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.