Recalls realizados em carros da GM não influenciaram nas vendas da montadora





Desde que o ano de 2014 começou a General Motors tem passado por alguns problemas básicos, mas que não deixam de ser complicados. A série quase que infindável de recalls que a companhia vem realizando ao redor do mundo já atingiu 17 milhões de veículos. Esses números fizeram com a empresa quebrasse um record horrível uma vez que foi a maior série de reparos realizada pela mesma até então.

O principal recall feito pela montadora e que envolve 2,6 milhões de veículos (que não são vendidos por aqui) ainda tem um agravante: os modelos poderiam desligar sozinhos sem que nenhum sinal fosse dado. E de acordo com algumas averiguações feitas 13 mortes estariam ligadas ao problema.

Veja também:  Chevrolet Trailblazer 2020 - Especificações, Lançamento



Um site de notíciais brasileiro decidiu entrevistar a montadora na cidade de Detroit, nos Estados Unidos, onde se encontra a sede da empresa. De acordo com as respostas dadas pela equipe de executivos os recalls tratam de modelos de carros que foram produzidos há dez anos. Reafirmaram a questão de que todos serão consertados. Entretanto, o que mais chamou a atenção foi o fato de que a empresa informou que mesmo com tudo isso não houve qualquer tipo de impacto nas vendas da companhia em 2014.

Para comprovar o que a GM diz, os números levantados (no mês de maio) de 2014 apontaram que foram vendidas 284.694 unidades nos Estados Unidos. Se comparado com 2013 houve um aumento de 13%. Segundo informações da própria montadora o mês de maio de 2014 foi o melhor no período de sete anos, isso desde agosto de 2011.

Veja também:  Novo Suzuki Jimny 2020 - Novidades e Preço

No acumulado de janeiro a maio de 2014 ao somarmos as marcas GMC, Cadillac, Buick e Chevrolet a GM conseguiu atingir um patamar de vendas que chegou a 1.188,407 unidades comercializadas. O aumento devido às vendas é de 2,6%. No mesmo período do ano passado a empresa vendeu um pouco abaixo desses números chegando a 1.155.503 veículos vendidos.

Mesmo que a companhia não tenha sofrido com as pedras no caminho vai ter que gastar uma boa grana. Devido ao atraso no recall, as autoridades americanas, por exemplo, multaram a empresa em US$ 35 milhões.

Por Denisson Soares

Carros da GM

Foto: Divulgação



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.