General Motors anunciou Recall nos EUA



A General Motors resolveu finalmente entrar em cena após anúncio de que a marca não fez o recall em algumas linhas de carros causando acidentes nas estradas dos Estados Unidos. A companhia sofre uma pressão por causa dos problemas e nessa segunda-feira (17) a montadora anunciou operações simultâneas de recall em três diferentes linhas de produtos com custo estimado de US$ 300 milhões (cerca de R$ 670 milhões).

A presidente da GM, Mary Barra, também apareceu em público para tentar amenizar a situação e as reclamações de que a marca está sendo omissa e pouco solidária com o caso. "Me sinto afetada como parte da família GM e como mãe de família", disse Mary Barra. "Algo deu errado em nosso processo (de produção) neste caso e coisas ruins aconteceram", admitiu Barra em seu anúncio. Por fim, a executiva informou que as medidas tomadas pela empresa irão trazer segurança e tranquilidade aos consumidores.

Veja também:  Volkswagen Nivus 2020 - Novidades e Lançamento do Novo SUV Compacto


As linhas de SUVs, sedans e furgões são as unidades que precisam de recall. Quase 1,6 milhão de carros nos Estados Unidos foram convocados na última segunda-feira, podendo chegar a 1,7 milhão contando com unidades exportadas para toda a América do Norte. Os carros serão vistoriados com suspeitas de falha do cilindro de ignição, como aconteceu com outros do mesmo modelo e que provocou pelo menos 12 mortes nos Estados Unidos. Seguradoras americanas acusam a montadora de ter causado 303 mortes por não ter iniciado o recall há mais tempo.

A falha de ignição afeta os modelos Pontiac G5 e Pontiac Pursuit fabricados entre 2005 e 2007 e vendidos no Canadá; Saturn Ion 2003 a 2007, Chevrolet HHR e Pontiac Solstice 2006 a 2007 e Saturn Sky 2007, estes últimos vendidos nos Estados Unidos.

Veja também:  Peugeot Landtrek no Brasil - Novidades e Fotos da Nova Picape


A presidente da GM informou ainda que todos os executivos do grupo foram orientados a "dar prioridade (aos problemas) e resolvê-los rapidamente". Além disso, um centro de atendimento dedicado, com mais de 50 trabalhadores, foi criado em Warren (cidade próxima a Detroit) para atender exclusivamente os casos de recall.

Por Carolina Miranda

GM-Recall

Foto: Divulgação

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.