Direção Defensiva: sempre importante

  

Apesar das constantes regras e imposições do Detran para o conceito de Direção Defensiva, muitos motoristas acabam se esquecendo de utiliza-las e colocam suas vidas em risco quase que diariamente. Infelizmente nos dias de hoje devemos dirigir por nós e pelos outros, sabendo captar cada momento de risco e ser conscientemente ágil para evitar acidentes, ou até mesmo tragédias de alta repercussão.

É necessário ter dedicação total quanto a atenção, principalmente em relação a pedrestes, que podem ser idosos ou pessoas com necessiadaes especiais. É saber ser cidadão, respeitando a integridade física dos outros e a própria integridade.

Algumas regras são básicas, mas podem ajudar a conscientizar muitos motoristas que conduzem veículos há anos e também muitos motoristas iniciantes que podem ter alguma dúvida em relação ao assunto. São elas:

Veja também:  Citroen C3 2018 - Características, Versões, Preços

Leis de Trânsito: Não é preciso saber todas as cláusulas na ponta da língua e nem ter acertado todas as questões na prova do CF para saber que se existem, basta obedece-las. As regras de circulação são tão importantes quanto as leis e devem ser lembradas a todo momento e nos detalhes mínimos que não soarem como permitido.

Cinto de Segurança: Mais que uma regra é uma obrigação. O cinto de segurança pode salvar muitas vidas todos os dias. Condutores devem obrigatoriamente usa-lo, mesmo que permaneça pouco tempo dentro do veículo, no caso de um curto trajeto.




Provocações: Certamente um dia você poderá avistar um valentão que vai convida-lo para um pequeno desafio com apenas uma acelerada. Muitos jovens se acidentam caindo nessa "cilada" das provocações e dos desafios impostos no trânsito.

Veja também:  Fiat Grand Siena 2018 - Novidades, Características

Autoconfiança: Não abuse do seu bom senso e da sua capacidade. Um bom motorista sempre respeita os limites de velocidade e não arrisca sem conhecimento profundo. Entre outros estão prever as possíveis chances de acidentes e tentar evita-los, pensar com agilidade em situações de risco, não dirigir cansado e sozinho, ter intimidade com o veículo e ainda fazer o uso correto dos sinalizadores e sinais para os outros motoristas. 

Por Luciana Ávila

Foto: divulgação






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.