Fim das Vendas do Chery Cielo e S-18 no Brasil

  

Nesta sexta-feira, dia 17 de janeiro, a Chery anunciou que a partir de fevereiro deste ano deve encerrar as vendas dos modelos S-18 e Cielo no Brasil. A atitude da marca chinesa faz parte da nova estratégia de mercado, focando em sua produção nacional na nova unidade fabril de Jacareí (SP), que será inaugurada ainda neste ano.

Desenvolvido pelo Centro de Design Italiano Pininfarina, o Cielo foi lançado em dezembro de 2009. Com opções de versões hatchback e sedan, o modelo era oferecido com bloco 1.6 de 119 cv. O S-18, por sua vez, chegou em 2012 como o primeiro carro flex chinês e após 40 dias do início de suas vendas enfrentou um recall por causa de um defeito no pedal de freio.

Veja também:  IPVA GO 2018 - Calendário de Pagamento

As vendas desses três carros estiveram longe do esperado pela Chery. De acordo com a Fenabrave, em 2012 o Cielo (dois-volumes) teve 598 unidades vendidas, enquanto que o compacto S-18 teve 1.520 unidades vendidas. No ano passado inteiro, o Cielo Sedan teve apenas 112 unidades emplacadas, enquanto que a versão hatch e o compacto S-18 não registraram nenhuma venda.

O objetivo da Chery é priorizar cada vez mais os seus modelos base de comercialização que serão fabricados em solo brasileiro. Consequentemente haverá o encerramento de alguns modelos importados. Até o momento, três carros já foram confirmados para a produção local: a nova geração do QQ e as versões hatch e sedan do Celer.

A montadora esclarece ainda que mesmo com o fim das vendas do Cielo e do S-18 no Brasil, os proprietários desses veículos terão acesso a todos os procedimentos de pós-venda pela rede da marca chinesa, desde a manutenção preventiva à troca de peças, pelo tempo que for necessário.

Veja também:  Volkswagen Up! 2018 - Especificações, Preços



A Chery também pretende construir um fábrica de motores, onde serão feitos o propulsor 1.0 turbo flex (em parceria com a Magneti Marelli) e o bloco 1.5 flex (com participação da Delphi em seu desenvolvimento). O motor 1.0 contará com sistema Start & Stop, que desliga automaticamente o carro em paradas breves, religando-o ao aliviar o pedal do freio.

Os dois motores serão utilizados respectivamente no QQ e no Celer. Atualmente a Chery importa esses dois veículos, além do Face e do SUV compacto Tiggo, recentemente reestilizado.

Por Caio Polo






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.