Dicas para saber o momento certo de trocar de carro

  

Um dos principais questionamentos da maioria dos motoristas é sem dúvida a hora exata para trocar o veículo.

Muitos fatores estão inclusos e muitas vezes o apego se torna um vilão que pode desvalorizar o bem adquirido após alguns anos.

Para evitar certos contratempos e a perda desnecessária de dinheiro, segue abaixo algumas dicas que podem ajudá-lo saber a hora exata de trocar de carro

-Quanto pagou e quanto está valendo? 

Fique atento quanto ao preço de tabela: um dos maiores sinais de que realmente chegou a hora é a queda de 10% sobre o valor no qual o mesmo foi pago. Obviamente esse detalhe deve desconsiderar o valor total em caso de financiamentos, lembre-se que o valor de tabela se refere ao ano e ao modelo sem as devidas taxas deste procedimento.

Veja também:  Chevrolet Equinox Premier - Características, Vendas no Brasil

– Uma manutenção atrás da outra. 

Geralmente os veículos acima de cinco anos começam a "abrir o bico". Quando uma manutenção chama a outra é sinal de que os seus gastos podem ser incoerentes ao valor do próprio carro e o famoso custo- benefício deixa de fazer efeito. Este é considerado um dos maiores alertas aos proprietários. 

– Ótimo motor, desgaste na aparência.




Um carro com muitos riscos por exemplo também representam uma das grandes quedas na valorização do automóvel, porém é necessário cuidar da aparência para que a futura venda não venha a afetar o preço desejado. Se o carro tem menos de cinco anos de vida e uma excelente estrutura mecânica de repente não há motivos para descuidar da parte visual. É preciso garantir que você vai conseguir no futuro uma negociação no mínimo satisfatória. 

Veja também:  Volkswagen Jetta 2018 - Características, Especificações

-Meu carro é de luxo e a aparência é impecável.

Muitos proprietários de automóveis de luxo acreditam que uma ótima funcionalidade mecânica e uma aparência invejável podem adiar a troca, mas o custo de manutenção pode ser o xeque-mate para a decisão. Como geralmente o valor da aquisição gira em torno de três vezes mais, o custo de cada manutenção não fica para trás e pode representar até oito vezes mais débito no bolso. Na opinião dos especialistas estes devem ser trocados a cada três anos.

No geral, analise as suas reais condições financeiras para que a decisão não possa significar uma grande perda de dinheiro ou uma grande dor de cabeça no futuro.

Veja também:  Honda HR-V 2018 - Versões, Características

Por Luciana Ávila

Trocar de carro

Foto: Divulgação






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.