Bati o carro…. e agora? – Dicas para escolher o melhor lugar para os reparos

  

Não é uma situação nada confortável, mas todos nós que estamos por trás do volante de um automóvel, por mais cautelosos que sejamos, corremos risco iminente de batê-lo. Dentre toda aquela discussão sobre quem é o culpado, após uma conclusão é de praxe acionar o seguro, que, por sua vez, cede uma lista de oficinas indicadas para realizar o reparo necessário.

Mas, dentre essas indicações, como escolher a mais adequada para o ocorrido no seu caso?

Em primeiro lugar é preciso sempre ter cuidado com os preços baixos. Os produtos utilizados devem ser de alta qualidade, assim como os serviços bastante especializados. Muitas vezes, a qualidade do serviço está embutida no preço, o que faz o valor final ficar mais alto, porém compensando sempre a escolha.

Veja também:  Carro com Motor Fervendo - O Que Fazer?

Esse trabalho, possivelmente mal feito, começa a ser notado apenas um tempo depois de realizado, quando pintura começa a descascar ou manchar.

Também é importante destacar que raramente um profissional de funilaria presta bons serviços na área de pintura, sendo que a informação inversa também é verdadeira. Geralmente, bons profissionais em cada uma das áreas são especializados, trabalhando apenas e tão somente no seu setor mais forte.

Martelinho de Ouro também pode ser uma boa opção para reparar o estrago, desde que não haja nenhum problema detectado na pintura. Essa técnica deve ser utilizada apenas para pequenos amassos, sendo que se a tinta tiver sido removida no local da batida, sempre será caso de funilaria.

Veja também:  Pane no Carro - O Que Fazer

O profissional que trabalha com Martelinho de Ouro tem que ser muito capacitado, pois é uma técnica que exige muita precisão. É um serviço em que não dá para tentar enrolar o cliente, pois o resultado não ficará de acordo com o esperado.




Caso a batida tenha ocasionado um corte na lataria, o trabalho também não deve ser apenas para desamassar, devendo ser substituída a peça original. Assim, o trabalho ficará mais limpo e o resultado será muito mais eficiente.

Apenas no caso do para-choque que essa opção de retrabalhar torna-se mais econômica do que trocar a peça, tornando-se viável. Caso vá usar peça recondicionada (de desmanche) tome cuidado com a qualidade dos serviços e não se esqueça de que grande parte das peças fornecidas para este mercado é de origem ilegal.

Veja também:  Cheiro Ruim no Carro - Como Tirar Odores Desagradáveis

No caso de haver necessidade de fazer reparos na pintura do veículo, cuide para que a oficina seja uma de trabalho limpo. Não só o trabalho, mas os funcionários devem estar todos equipados e protegidos, uma vez que qualquer poeira pode ser motivo para que se interrompa o processo.

E, o mais importante de tudo. Siga indicações de pessoas de confiança. Quando se trata de serviços tão minuciosos é sempre bom obter referências dos profissionais que irão realizar o trabalho no seu carro.

Fora isso, é só torcer para que não aconteça nada nunca, mas, caso venha a ocorrer, basta lembrar-se de seguir as dicas acima e logo ter seu carro novinho.

Por Mikhael Costa






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.