Honda Fit não terá a tecnologia Start/Stop nos EUA

  

A tecnologia Start/Stop será cancelada para os veículos do Honda Fit no mercado automotor norte-americano. A motorização dos veículos a serem vendidos nos EUA não irá ter o sistema, que consiste no desligamento do propulsor quando o automóvel se encontra fora de funcionamento ou parado, voltando a acioná-lo quando o condutor tira o pé do pedal de freio.

Segundo informações do engenheiro-chefe de motorização do modelo da marca japonesa, Nobuhiko Shishido, a quantidade de tempo necessária para que o bloco seja novamente ligado pode vir a ser um grande problema para a tecnologia Start/Stop no mercado norte-americano. De acordo com Shishido, os americanos dão preferência a itens como potência e velocidade e, com o sistema Start/Stop, os carros Fit iriam ficar atrás depois de abertos os semáforos.

Especialistas do setor acharam a medida estranha, já que o tempo de abertura e fechamento dos faróis é pequeno. O profissional responsável pela motorização híbrida do modelo Fit, Kentaro Yokoo, diz que o propulsor leva cerca de 1 segundo para ser ligado novamente. O problema seriam as medidas oficiais dos EUA referentes ao consumo, que não levam o sistema japonês em conta, dificultando a publicidade.




Para o mercado brasileiro automotor, sabe-se que a marca irá produzir o Fit no interior do Estado de São Paulo em meados de 2014. O carro terá motorização 1.5 e 1.4 sem a presença do comando i-Vtec, e terá caixas de 5 marchas manual e automática. Não há previsão para produção do Fit RS, mas os modelos do Brasil devem ter partida por meio de um botão e sistema central de multimídia.

Por Marcelo Araújo






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.