Carros com câmbio automático – Cuidados



Dicas de manutenção do câmbio automáticoUm carro com câmbio automático se mostra muito prático, útil e eficiente. Seu desempenho aumenta quando utilizado em grandes cidades onde a troca de marcha torna-se constante. No entanto, quem deseja adquirir um carro com câmbio automático deve estar atento aos sinais de desgaste que o mesmo apresenta.

A manutenção da maioria dos câmbios automáticos costuma ser muito cara, além de exigir grande espera por parte do dono do veículo, pois alguns fatores costumam se acentuar quando o carro vai se tornando ultrapassado.

Para tirar o máximo de proveito dos câmbios automáticos não deixe de ler as dicas a seguir:

1 – Verifique constantemente a parte de baixo do seu veículo. O carro não deve apresentar regiões úmidas de óleo ou alguma deformidade;



Veja também:  Chevrolet Silverado 2019 - Características, Especificações

2 –  Verifique também o piso da sua garagem, se houver pingos de óleo no chão é muito provável que algo esteja errado. Aumente a atenção quando os pingos forem avermelhados, pois é exatamente esta a cor do óleo de câmbio;

3 – Analise frequentemente a cor e consistência do seu óleo de câmbio, o mesmo deve sempre possuir cor e consistência iguais aos que tinha no ato da troca;

4 – Verifique se o veículo trepida ao realizar uma troca de marcha, pois isso nunca deve acontecer. Também não devem existir solavancos ou trancos;

5 –  Nenhum veículo com câmbio automático deve emitir ruídos ao realizar a troca de marcha ou mesmo ao acelerar bruscamente.

Veja também:  Audi Q3 2018 - Características, Especificações

Caso alguns desses itens ocorram com o seu veículo, até mesmo ao realizar um test drive, procure a assistência autorizada  mais próxima ou desista da compra do carro. Nunca aceite sugestões de vendedores que argumentam que tal ocorrência vem de fábrica.

Por Fernando Setoue




2 comentários em “Carros com câmbio automático – Cuidados

  1. Nada mais verdadeiro! Um câmbio automático é capaz de durar muito em perfeito estado se seguidas estas recomendações, mas o dia em que estragar o conserto será muito caro e, pior, você vai na rua porque o carro para mesmo. Eu tive uma péssima experiência com um. Funcionou maravilhosamente até os 1000.000 km, fiz a manutenção indicada, mas um dia parou na estrada e o consertou saiu R$ 4.000,00 em oficina paralela porque uma autorizada pediu R$ 8.000,00. Tem que cuidar.

Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.