Greve dos funcionários da Hyundai em Piracicaba (SP)



Na fábrica da Hyundai localizada em Piracicaba, interior de São Paulo, vários funcionários iniciaram uma greve na terça-feira, 13 de novembro.

Sem tempo para terminar, a manifestação tem o objetivo de reivindicar o salário que a companhia oferece. Uma primeira assembleia já foi realizada no dia 12 de novembro, mas as partes não chegaram a um acordo sobre o salário. De acordo com informações do Sindicato dos Metalúrgicos de Piracicaba e Região, desde os primeiros dias de funcionamento da fábrica, quando havia apenas 100 funcionários, este tipo de negociação estava sendo feito.



Os operários rejeitaram a proposta de um aumento de 24,47% no piso, que subiria de R$ 1.287 para R$ 1.600. Ainda de acordo com o sindicato, o salário requisitado deve ser de R$ 1.800. Além disso, outra reivindicação dos trabalhadores é a diminuição da carga horária semanal: de 44 para 40 horas por semana.

Até agora, nenhum dos grupos conseguiu chegar a um meio termo sobre os pedidos dos grevistas. Com isso, a empresa sairá prejudicada pela diminuição da produção do modelo HB20, que já não estava em situação muito boa. Outro problema é que 24 mil unidades do veículo que seriam entregues irão demorar mais ainda para chegar aos seus compradores.



Por Marcelo Araújo

Leia também:  Mustang Shelby GT500 2014 usa kit de fibra de carbono e garante maior rapidez nas pistas

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.