Salão de Paris 2010 exibe Carros menos Poluentes

  

O Salão do Automóvel de Paris acaba de abrir as suas portas, e o que se vê é uma situação quase inédita em se tratando de grandes marcas de automóveis: as maiores montadoras do planeta estão planejando um futuro mais limpo, com menor dependência do petróleo e emissões zero de poluentes.

Várias marcas exibem modelos que utilizam formas alternativas de combustível. O destaque fica para os híbridos, claro. Mas também há lugar para os 100% elétricos. E uma das empresas que aposta nesses últimos é a Renault-Nissan. A empresa, comanda pelo brasileiro Carlos Ghosn parece determinada em pular essa fase intermediária entre os carro elétrico e o automóvel à combustão.

Veja também:  Nova Fiat Strada será lançada em 2019



A Renault-Nissan venderá dois modelos puramente elétricos: a van Kangoo e o sedã Fluence. Com o apoio de incentivos, os dois veículos serão vendidos na frança, Espanha e Israrel já em 2011.

Por Maximiliano da Rosa






Um comentário em “Salão de Paris 2010 exibe Carros menos Poluentes

  1. willi sievers Sperandio

    - Editar

    Responder

    Qual será a origem da eletricidade para alimentar os carros elétricos? Haja vista que atualmente a Europa produz sua energia em grande parte através de produtos fósseis, nuclear, um pouco de eólica e solar. Existe algum programa de expansão para produção de energia limpa. Se assim não for, tiramos a poluição de uma fonte transferindo para outra. Havendo desta forma um interesse de mercado, e não ambiental. No Brasil esta inovação vai ser complicada acredito eu. A incorporação do carro elétrico na frota exigirá nova geração de energia. Qualquer tipo de queima produz poluentes se não utilizado sistemas tecnologicos de contenção que são caros” Bagaço, Petroleo, gás, etc”. A construção de Hidroeletricas causa graves impactos ambientais para flora, fauna, social, etc. Não sendo nossa geografia favorável para produção de energia eólica e movimentação das correntes marinhas. Temos outro problema, o investimento feito no pré sal terá de retornar, produzindo que tipo de energia não agressiva ao meio ambiente.
    Teremos de esperar para ver.

Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.