Eike Batista – Projeto para fabricação de Veículos Elétricos no Brasil

  

O homem mais rico do Brasil, Eike Batista, está sempre envolvido, obviamente, em negócios concernentes a uma das maiores riquezas do ponto de vista comercial, o petróleo. Procurando expandir horizontes e mostrando-se um empresário nato, anunciou na última quarta-feira, 15 de setembro, a edificação de uma fábrica designada à construção de veículos elétricos de origem nacional.

A previsão para a frota começar a circular pelas ruas brasileiras é 2014, ano em que o país será sede da 20ª edição da Copa do Mundo. Com custo inicial estimado em R$ 1,72 bilhão, contará, possivelmente, com financiamento proveniente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O empresário acredita que 100 mil veículos contemplarão a produção inicial, movidos, como a modalidade sugere, por baterias elétricas advindas de tecnologias da Europa e do Japão. Segundo Eike em reportagem emitida pelo portal R7, em uma década o país consumirá 8 milhões de carros por ano, quantidade que possibilita novas oportunidades de trabalho e maior espaço à indústria brasileira.

Veja também:  CRLV pode ganhar Versão Digital



Mesmo em outras palavras, Eiki indica que em média o brasileiro gasta R$ 200 mensais no abastecimento de seu veículo por meio dos tradicionais combustíveis. Com os carros elétricos o custo será de R$ 20, ou seja, uma tendência irreversível aos próximos anos.

O local especialmente almejado ao intento será, provavelmente, do lado do Super Porto do Açu, no norte fluminense.

Por Luiz Felipe T. Erdei






Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.