NHTSA investiga incêndios no Jeep Grand Cherokee





As montadoras americanas andam na mira da NHTSA, órgão do governo americano responsável pela segurança no trânsito. Parece que os problemas não param de surgir. Agora quem deve se explicar é a Chrysler. O motivo são vários acidentes ocorridos com o Jeep Grand Cherokee, que resultaram na morte 13 pessoas e 9 feridos com queimaduras. Tudo causado por queimaduras.

O problema envolve veículos da montadora que incendiaram após colisões. Em um dos casos o veículo pegou fogo após sofrer uma colisão na traseira. Nada de tão grave, não fosse um detalhe: o veículo que bateu estava á apenas 40 km/h.




A NHTSA iniciou uma investigação que deve envolver cerca de 3 milhões de veículos produzidos entre 93 e 2004. A Chrysler tratou logo de por panos quentes no caso, afirmando que os veículos são os mais seguros da sua categoria.

Veja também:  Jeep Renegade WSL 2020 - Nova Série Especial do Mundial de Surfe

Já a NHTSA informou que a taxa de mortes por incêndio nos veículos investigados é quatro vezes maior que a dos concorrentes.


Por Maximiliano da Rosa



Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.