GM América do Sul




A GM decidiu centralizar todas as atividades no nosso continente num único grande conglomerado, que centralizará as operações por aqui, a GM América do Sul, informa a companhia.

A sede será em São Paulo e a nova empresa será inicialmente presidida pelo colombiano Jaime Ardila, atual presidente da GM Mercosul, que responderá diretamente ao presidente mundial da GM, Ed Whitacre. A nova empresa tomará conta das operações de fábricas já existentes no Brasil, Argentina, Colômbia, Equador e Venezuela, além das operações de vendas nestes países e no Uruguai, Paraguai, Peru, Bolívia e Chile, contando com 29 mil empregados.


Além  disso, A GM do Brasil também ganha uma nova presidente, Denise C. Johnson, atual vicepresidente de Relações de Trabalho.

Veja também:  Análise do Ford Ka Sedan Titanium 2019

A região sulamericana é considerada crucial para o crescimento global da GM, região onde detém 20,2% do mercado de automóveis.


Relacionados



Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.