Recall do Fiat Stilo – Roda Traseira



Em março deverá sair o resultado a análise técnica feita pelo DENATRAN (Departamento Nacional de Trânsito), a respeito da roda traseira do Fiat Stilo. A análise é decorrente de abertura de processo pelo Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão do Ministério da Justiça, devido a um acidente ocorrido em fevereiro de 2007, que levou a uma das crianças envolvidas a sofrer traumatismo craniano.

O advogado das vítimas relata que houve o desprendimento da roda traseira antes da fatalidade ocorrer. Isto poderia indicar um possível problema no eixo traseiro do veículo, o que teria levado a roda a se soltar.



A partir daí o DENATRAN ficou responsável de analisar se realmente há erro de fabricação neste modelo de veículo e em seguida, encaminhar o laudo ao Ministério Público, onde será decidido se haverá  necessidade ou não de recall do Fiat Stilo por parte da fabricante.

Veja também:  Recall Volkswagen T-Cross 2019 - Problema no Eixo Traseiro

O posicionamento da Fiat é de que os laudos encomendados por ela apontam que o carro não possui defeito de fabricação na roda traseira e que a mesma soltou-se após a colisão do veículo.



2 comentários em “Recall do Fiat Stilo – Roda Traseira

Inserir um comentário

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.