Veículos seminovos – Cuidados ao comprar e vender





Se você está comprando ou vendendo seu veículo seminovo, é bom tomar alguns cuidados básicos quando for comprar ou vendê-lo (especialmente neste último caso, já que o valor tende a ser um tanto mais elevado).

Para quem está vendendo

Se você está vendendo, prefira sempre levar seu carro a uma loja ou concessionária. As concessionárias são até mais indicadas, pois normalmente a revisão é bem feita e a garantia que é oferecida é maior, além de, normalmente, estes estabelecimentos serem mais criteriosos na escolha dos carros que vão revender. Isso significa que o carro pode ser vendido mais facilmente e, talvez, a um preço melhor.


Os demais cuidados são, basicamente, os mesmos da compra de um carro usado qualquer:

  • o pagamento feito pela revendedora deve ser sempre à vista, mesmo que o carro tenha sido vendido financiado. Isso porque a financeira vai sempre pagar o valor inteiro do carro à revendedora;
  • a revenda deve gerar uma nota fiscal. A nota fiscal é a prova de que o carro foi vendido e, portanto, não está mais em sua posse. Assim, se o novo dono receber alguma multa ou se envolver em acidente, você pode provar que não tem culpa, mesmo que o carro ainda não tenha sido transferido. Exija uma cópia;
  • verifique se a empresa da qual você está comprando o carro é idônea. Prefira empresas com um bom tempo de mercado e sem histórico de problemas na justiça.
Veja também:  Troca de Óleo do Carro - Cuidados e Dicas

Para quem está comprando

Quem está comprando um carro seminovo também deve, basicamente, tomar os mesmos cuidados da compra de um carro mais antigo. Uma dica específica para os seminovos é para preferir, novamente, carros de concessionárias, justamente porque estes costumam passar por uma revisão melhor e pelo fato de essas empresas serem mais criteriosas na escolha de seus modelos. Não difere muito da dica para venda, mas se você conhece lojas idôneas e sérias, não as descarte também. Só tome alguns cuidados com empresas que têm carros em mau estado ou muito sujos em estoque.

Normalmente, carros seminovos apresentam poucos problemas e baixa quilometragem. É difícil encontrar algum que tenha se envolvido em um acidente ou tido sua quilometragem reduzida. Mas, assim mesmo, ainda vale a mesma dica aplicada a carros com mais tempo de fabricação: prefira levar seu carro a um mecânico de confiança que confira a quilometragem, e tome cuidado com carros com trechos de pintura fosca, portas, tampas ou capô mal alinhados. Também peça para que levantem o carro e confira por baixo se não há muitas marcas de batidas em lombada (o que identifica mau uso) ou mesmo deformações que possam acusar um acidente.

Veja também:  Troca de Óleo do Carro - Cuidados e Dicas

Ainda sobre a quilometragem, é difícil encontrar carros seminovos que tenham rodado mais de 80 mil km, o que significa que o pneu tende a ser o original de fábrica. Portanto, uma dica é sempre conferi-los com muito cuidado. Se a quilometragem for muito baixa e os pneus estiverem em meia-vida ou muito gastos, desconfie. Pode ser que a quilometragem tenha sido voltada. Também desconfie de carros com 50-60 mil km que tenham pneus novos (isso é uma média. Note que a durabilidade do pneu pode variar de acordo com o modelo – carros mais caros tendem a ser equipados com pneus de maior durabilidade, veículos mais baratos costumam ter pneus que duram menos. Como notou o leitor Roberto, em alguns casos deve-se ter cuidado com carros com 25 mil km que tenham pneus novos – e com a topografia e o tipo de ruas e estradas da cidade onde o carro é usado. Considere uma quilometragem menor caso a cidade tenha ruas e estradas esburacadas e terreno acidentado, por exemplo. Na dúvida, sempre consulte um mecânico ou borracheiro de confiança, pois ele terá uma noção melhor do nível de desgaste a que o pneu está sujeito em sua região).

Veja também:  Troca de Óleo do Carro - Cuidados e Dicas

Vale também a dica de desconfiar de carros muito baratos, pois podem apresentar algum problema, e de levantar possíveis problemas anteriores, como multas, IPVA atrasado, etc., principalmente se o carro for de outro estado. 

Serviram de fonte para este artigo: Paraná Online e Intelog



3 comentários em “Veículos seminovos – Cuidados ao comprar e vender

  1. Acho que está errado na reportagem onde diz para desconfiar de carros com 50-60 mil km com pneus novos, acho que um pneu só dura 60 mil km de o rodízio for feito corretamente, andar 100 % do tempo em estrada e com pneu calibrado e somente com o motorista, sem passageiro. O normal, é que dure entre 35 e 50 mil km, com uso somente na cidade e se for mulher, que não costuma calibrar mas nem por isso é mau uso, pode durar apenas 30 mil km. Por isso, desconfie se o carro tiver só 20-25 mil km e o penu não for original. O estepe também serve de guia para ver o modelo original (se estiver novo) ou se estiver bem rodado (a passoa comprou só 3 pneus novos e o quarto foi o estepe). O melhor sempre é verificar os discos de freio: mesmo rodando em estrada, as pastilhas tocam de leve e há desgaste usando o freio ou não, com 50 mil km é para ter um sulco de aprox. 0,5 mm, se isso ocorrer marcando 20-25 mil km desconfie.

    1. Roberto, eu não diria que está errada, mas incompleta. Você tem razão quanto à durabilidade do pneu de carros mais baratos, como os 1.0 básicos, quando utilizados em estradas ou ruas esburacadas. Já em carros mais caros, como Honda Civic ou Ford Fusion, a durabilidade dos pneus originais tende a ser maior. A topografia da cidade e o tipo de asfalto/concreto e outros calçamentos utilizados também pode influenciar. Por isso, foi passada uma média, que realmente pode se revelar inadequada em alguns casos.

      Obrigado pelo comentário e pelas observações, o artigo já foi corrigido para refletir essa realidade. Como a maior parte dos pneus pode durar de 40 mil a 100 mil km, dependendo do tipo e do calçamento das ruas/estradas por onde transita, só mesmo alguém que saiba a durabilidade média na região pode dar o veredito. No entanto, ainda ressaltamos que olhar o desgaste dos pneus é uma medida importante para descobrir a real quilometragem do carro.

Inserir um comentário

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.