Fiat 147 – Primeiro Carro da FIAT produzido no Brasil


     

Confira aqui um pouco da história do Fiat 147, primeiro carro da Fiat produzido no Brasil.

Há exatos 40 anos, a FIAT inaugurava sua primeira fábrica no Brasil. Em 1976, o então presidente da montadora italiana, Giovanni Agnelli, vinha ao Brasil para inaugurar a fábrica de Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte. Ali seria fabricado o primeiro carro brasileiro, o Fiat 147, uma adaptação do modelo europeu 127, lançado cinco anos antes.

O carro prometia ser um sucesso, já que sua inspiração europeia havia acabado de vender mais de 500 mil unidades, tornando-se o bólido com maior número de vendas no Velho Continente. O Fiat 147 chegava com o pioneirismo como sua marca. Era o primeiro em vários quesitos: primeiro carro brasileiro com motor transversal dianteiro; primeiro carro no Brasil com coluna de direção articulada; primeiro carro no Brasil a ter todas as versões (hatch, perua, sedan, picape e furgão); primeiro carro no Brasil a ter estepe e macaco embaixo do capô dianteiro; primeiro carro no Brasil a ter para-choques de plástico; primeiro carro no Brasil a ter desembaçador traseiro; em 1979, tornou-se o primeiro carro no mundo movido a álcool a ser produzido em série.

Veja também:  VW Golf 2017 – Novidades e Características

Seus 3,63 metros de comprimento foram muito bem aproveitados. Apesar de ser 40 cm menor que seu concorrente da Volkswagen, a Brasília, o 147 tinha um aproveitamento de espaço interno invejável. Cerca de 80% do espaço interno do carro eram destinados a bagagem e passageiros. Outro fator, até então incomum no país e que proporcionava a ampliação do porta-malas, era a possibilidade de rebater o banco traseiro. A publicidade do carro à época destacava essa característica, com os slogans: “enfim, um carrão pequeno” e “no Fiat 147 quem fica de lado é o motor, não os passageiros”.

Em seus dez anos de fabricação no Brasil, o modelo vendeu mais de 700 mil unidades. Em 1978, a Revista Autoesporte elegeu o Fiat 147 como o Carro do Ano. Em 1986, o Fiat 147 deixou de ser fabricado no Brasil, dando lugar ao Uno. Seu sucessor incorporou algumas das suas características, como por exemplo, o estepe no compartimento do motor.

Veja também:  Cartão de Estacionamento para Idoso em Porto Alegre - Como Funciona




Talvez o grande ponto fraco do Fiat 147 fosse sua correia dentada, que necessitava de maior manutenção e de ser trocada com maior constância que as de seus concorrentes. O modelo também enfrentou certo preconceito, devido ao seu tamanho mais compacto e à sua aparência frágil. Os pedais curtos e o volante em posição mais horizontal faziam com que o condutor tivesse que se sentar mais para a frente. E sua marcha de quatro câmbios também foi motivo de reclamação, já que era difícil encontrar as marchas na sua primeira edição.

Problemas à parte, o Fiat 147 foi um sucesso no Brasil. Tanto que, até hoje, o modelo encanta colecionadores pelo país inteiro.

Veja também:  Carros Mais Econômicos do Brasil em 2016

Renato Senna Maia

Um comentário em “Fiat 147 – Primeiro Carro da FIAT produzido no Brasil

  1. Eu já fui proprietario de varias marcas e modelos decarros , mas estou com um fiat 147 modelo RACING 1982 de produção limitadissima, 95% original que, a familia toda usa no dia a dia que já está a trinta e quatro anos conosco e nunca deixou na mão por qualquer problema mecanico, Sempre pronto a rodar e servir.

Inserir um comentário