Rolls-Royce Vision Next 100 – Novo Carro Conceito


     

Modelo mostra a visão da Rolls-Royce para o futuro dos carros nos próximos 100 anos.

A famosa Rolls-Royce apresentou na última quinta-feira, dia 16, a primeira criação totalmente conceitual e com o pé no futurismo em seus mais de 100 anos de história. O modelo conceitual é parte integrante do chamado Vision Next 100, um projeto desenvolvido pelo Grupo BMW que tem como principal finalidade apresentar ao público a visão da empresa para os carros nos 100 anos que temos pela frente.

O carro do futuro da Rolls-Royce conta com algumas particularidades impossíveis de serem deixadas de lado. Uma delas é o fato que tanto para entrar quanto para sair do carro o teto se levanta e projeta uma luz vermelha que lembra muito os famosos “tapetes vermelhos” usados em grandes eventos dos mais variados setores. Talvez seja essa a idéia essencial: Fazer com que os usuários do carro se sintam sempre que entrar ou sair dele em um evento cheio de glamour.

Veja também:  Lançamentos de carros populares para 2017

E tem mais, se o clima não estiver muito propício dois guarda-chuvas se encontram embutidos nas portas.

A fabricante tem uma visão toda especial de como serão os veículos do futuro, em especial aqueles luxuosos. De acordo com ela, os de padrão “alto luxo” serão completamente configuráveis e deverão ser feitos do jeito que o cliente desejar. A marca vai além, apontando que os consumidores poderão decidir praticamente tudo do desenho inicial ao tamanho do carro.

O modelo mostrado pela Rolls-Royce seria apenas uma das possíveis alternativas para esse futuro que não parece estar tão distante assim.

Lá atrás dissemos que o cliente poderá escolher quase tudo. Bom, a marca já deixou um aviso sobre isso: Ele não poderá decidir sobre o motor que, em termos gerais, deverá ser invariavelmente elétrico. Outro detalhe é que curiosamente ele não poderá dirigir o próprio carro. Isso porque ele será completamente controlado por uma assistente virtual batizada pela marca de Eleanor.

Veja também:  Fiat Palio 2017 - Informações sobre o novo modelo




E tem mais (digamos o lado positivo), a parte interna do veículo de quebra ainda pode virar uma sala de estar.

Para se ter idéia, não há uma divisão entre os passageiros da frente e os traseiros, nada de volante ou ainda instrumentos que deverão se tornar dispensáveis conforme a fabricante.

Nada do que estamos acostumados deverá estar lá segundo a Rolls-Royce. Para a comunicação entre os passageiros e o carro apenas uma tela transparente OLED.

E como não poderia deixar de ser, a Rolls-Royce para deixar sua marca de tradição colocou um relógio analógico que fica bem no centro do painel frontal.

Por Denisson Soares

Inserir um comentário